Abril 03, 2020

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Image
Image

É possível soldar os conectores MC4?

Frequentemente ouvimos dos instaladores de sistemas fotovoltaicos algumas dúvidas sobre como fazer corretamente as conexões MC4. Uma dúvida muito comum é sobre a possibilidade de soldar com estanho o cabo fotovoltaico ao conector. Será que isso é permitido?

Em primeiro lugar, antes mesmo de recorrer a argumentos técnicos, temos que analisar a falta de praticidade em um possível processo de solda dos conectores. Seria muito demorado ou até mesmo inviável estanhar conectores com ferro de solda durante a montagem de uma usina solar. O trabalho em campo deve ser prático e rápido. As conexões elétricas devem ser realizadas de forma prática e segura, com eliminação total de riscos de maus contatos.

Agora vamos aos argumentos técnicos. As conexões elétricas dos sistemas fotovoltaicos devem oferecer baixa resistência de contato, para a minimização de perdas por efeito Joule, além de oferecer elevada vida útil. Para isso devem ser usados métodos e ferramentas que permitem a realização de conexões seguras e de forma padronizada. A aplicação de solda aos conectores, realizada de forma manual, não possibilita a necessária padronização do processo de conexão e pode resultar em conexões mal feitas ou nas conhecidas "soldas frias". Analisando apenas por esses aspectos já percebemos que soldar conectores fotovoltaicos não é uma boa ideia. 

Para reforçar o que falamos nos parágrafos anteriores podemos recorrer às normas técnicas. Existe uma norma de projetos de instalações elétricas fotovoltaicas em fase de elaboração no momento em que este artigo está sendo escrito. A norma é denominada "Instalações elétricas de baixa tensão – Arranjos fotovoltaicos" (ainda sem número na ABNT) e é baseada na norma internacional IEC 62548:2013. Nesse projeto de norma não há informação específica sobre o modo de realizar as conexões elétricas, porém podemos ler o seguinte: "os requisitos desta norma modificam, complementam ou substituem os requisitos presentes na ABNT NBR 5410:2004". Ou seja, as duas normas se complementam e devem ser usadas para orientar os projetos e as montagens das instalações elétricas fotovoltaicas. Na NBR 5410:2004 encontramos as seguinte instruções: 

Seção 6.2.8.10 - É vedada a aplicação de solda a estanho na terminação de condutores, para conectá-los a bornes ou terminais de dispositivos ou equipamentos elétricos. 

NOTA - É aconselhável evitar o uso de conexões soldadas em circuitos de energia. Se tais conexões forem utilizadas, elas devem ter resistência à fluência e a solicitações mecânicas compatível com a aplicação. (NBR 5410:2004)

Como então deve ser realizada a fixação dos condutores elétricos nos conectores fotovoltaicos? A melhor resposta é que devem ser utilizados os procedimentos indicados pelos fabricantes. Os fabricantes de conectores fornecem as ferramentas apropriadas para cada tipo de conexão. Existem alicates de crimpagem específicos para os conectores do tipo MC4.

Parêntese: MC4 é hoje uma denominação genérica utilizada no mercado para os conectores fotovoltaicos. O padrão MC4 foi criado e lançado no mercado pela Stäubli-MultiContact (de onde vem o nome "MC"). Conectores compatíveis de outros fabricantes podem ser encontrados no mercado com outras denominações como T4 e H4, por exemplo. 

A seguir vemos como exemplo um alicate de crimpagem de conectores MC4 da Stäubli-MultiContact:

A seguir vemos as instruções de montagem encontradas no catálogo da Stäubli-MultiContact:

 

Veja aqui um vídeo explicativo sobre a montagem dos conectores:


Palavras-chave: como montar conector MC4, crimpagem de conectores MC4, cabeamento fotovoltaico


Publicidade:

Seja um parceiro do Canal Solar. Fale conosco:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

 
  
Rate this item
(10 votes)
Last modified on Terça, 02 Julho 2019 01:05
Marcelo Gradella Villalva

Especialista em sistemas fotovoltaicos. Doutor (PhD), Mestre e Graduado em Engenharia Elétrica. Docente e pesquisador da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) da UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas. Diretor do LESF - Laboratório de Energia e Sistemas Fotovoltaicos da UNICAMP (http://www.lesf.com.br). Autor de mais de 200 artigos técnicos de alcance internacional nas áreas de eletrônica de potência e sistemas fotovoltaicos. É autor do livro "Energia Solar Fotovoltaica - Conceitos e Aplicações". Pioneiro em treinamentos em sistemas fotovoltaicos no Brasil. É coordenador do programa de Extensão em Energia Solar Fotovoltaica da UNICAMP (http://cursosolar.com.br), onde apresenta cursos de Introdução à Energia Solar Fotovoltaica, Projeto e Dimensionamento de Sistemas com PVSyst e Instalação e Integração de Sistemas Conectados à Rede Elétrica.

www.cursosolar.com.br
Image
© 2019-2020 Canal Solar | www.canalsolar.com.br