7 de maio de 2021

Carrinho

Mirassol investe em energia solar para gerar energia para seu CT

O clube de futebol do interior paulista instalou uma usina fotovoltaica de 68,48 kWp

Autor: 30 de abril de 2021Brasil
Mirassol investe em energia solar para gerar energia para seu CT

O Mirassol Futebol Clube fez a instalação de um sistema fotovoltaico e agora conta com a ajuda do Sol para gerar energia elétrica para abastecer seu CT (Centro de Treinamento). 

O sistema é composto por 128 painéis de 535 W da JA Solar e 32 microinversores QS1A da APsystems, com uma potência de 68,48 kWp

Além disso, o sistema conta com uma Unidade de Comunicação de Energia que faz o monitoramento estratégico do sistema, possibilitando que o instalador possa efetuar o gerenciamento de performance. 

Isso permite maior previsibilidade e velocidade no diagnóstico e na correção de eventuais falhas, assim como a extração de relatórios diários, mensais e anuais para acompanhamento de desempenho do sistema instalado.

A instalação foi realizada pela Energiu Energia Solar e realizada em apenas três dias. O valor do investimento foi de aproximadamente R$ 300 mil. A expectativa do clube é uma economia de R$ 80 mil por ano, possibilitando um payback de três anos e nove meses. 

“Estamos fazendo esse investimento pensando na sustentabilidade e na redução de custos a longo prazo. A previsão de retorno de todo o investimento para antes de quatro anos. Nossa conta de luz, que hoje é de R$ 6,7 mil por mês, deve cair para uma mínima fração deste valor”, afirmou Edson Ermenegildo, presidente do Mirassol.

“Estamos muito felizes e empolgados com mais essa etapa da nossa parceria. São decisões inteligentes para o desenvolvimento sustentável e crescimento do nosso querido Leão”, acrescentou.

Desde fevereiro, o clube conta com o patrocínio da Ecori Energia Solar, o que reforça os três pilares que estruturam essa a atual gestão do clube: planejamento de longo prazo, economia e sustentabilidade. Com esta parceria, a energia solar começa a ter mais visibilidade pelo público do futebol e também por outros clubes do Brasil.

“Entendemos que por meio do futebol poderemos falar de energia solar com mais pessoas, popularizando e democratizando o acesso à energia limpa para milhares de pessoas”, finaliza Leandro Martins, presidente da Ecori.

Julio Afonso

Julio Afonso

Graduando em jornalismo na PUC-Campinas. Experiências em redação e conteúdo para mídias digitais.

Comentar