Junho 01, 2020

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Image
Image

América do Sul lidera investimentos em energia renovável

A América do Sul deverá liderar o crescimento global de investimentos em energia renovável nos próximos cinco anos - é o que afirma uma pesquisa realizada pelo escritório de advocacia londrino Ashurts.

O relatório, intitulado Powering Change: Energy in Transition, reuniu opiniões de mais de 2 mil líderes empresariais de todos os países do G20 - grupo formado pelos ministros de finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundo - e destacou três fontes dominantes de geração renovável nas quais os entrevistados estão investindo ou planejam fazê-lo. A mais favorecida é a energia solar, seguida da eólica, hidrelétrica e eólica onshore.

Quando questionados, por exemplo, sobre a importância de projetos renováveis como parte da transição energética, 42% dos entrevistados no Brasil e 44% no México afirmaram ser um caminho essencial para alcançar esse patamar de mudança. Com esses índices, os dois estão entre os cinco principais países. 

Além disso, o estudo apontou que os investidores do G20 de dentro da América do Sul já têm aportes em empreendimentos renováveis. A maioria, 66%, estão no Brasil investindo em energia solar e eólica. 

Por que a América do Sul?

Segundo a Ashurts, a América do Sul se destacou por conta de suas disponibilidades de irradiação solar e de recursos eólicos que proporcionam oportunidades nessas duas fontes. Ao mesmo tempo, há a aceleração de investimentos em busca da descarbonização da matriz  elétrica, resultado da pressão da sociedade sobre as corporações e governos. 

Outros dados

Mais da metade, 52%, dos entrevistados disse que estava investindo atualmente em energia solar, à frente da hídrica, 43%, e eólica onshore, 42%. Outros 22% comentaram que estavam pensando em investir em energia fotovoltaica pelos próximos cinco anos. Ou seja, isso significa que quase três quartos (74%) das pessoas veem um papel da energia solar em seus planos de investimentos atuais ou futuros.

Covid-19

De acordo com o estudo, o conjunto de dados foi capturado antes do da crise do Covid-19 e da forte redução nos preços do petróleo. “No entanto, acreditamos que os fundamentos do mercado e as perspectivas para a transição para energia limpa permanecerão praticamente inalteradas no longo prazo”, conclui o relatório.

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quinta, 14 Mai 2020 19:58
Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Image
© 2019-2020 Canal Solar | www.canalsolar.com.br