Empresas fotovoltaicas projetam grandes investimentos para 2021

Crescimento do setor durante a pandemia e alto potencial de mercado mantêm elevada a confiança dos empresários

Confiantes com a crescente expansão da energia solar no Brasil e o alto potencial deste mercado, empresas de diferentes segmentos fotovoltaicos devem continuar investindo forte no setor em 2021.

No ano passado, enquanto a maioria dos setores econômicos encontrou dificuldades devido à pandemia, a energia solar atraiu mais de R$ 13 bilhões em investimentos – um aumento de 52% na comparação com os valores acumulados até 2012, segundo dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

A distribuidora de equipamentos Aldo Solar, que faturou mais de R$ 1,6 bilhão no ano passado, estima agora mais de R$ 4,5 bilhões em investimentos privados entre seus 13 mil revendedores espalhados por todo Brasil.

“Nossa meta é crescer 100%. Esperamos fornecer mais de 1 GW de potência, com mais de 100 mil geradores de energia solar vendidos para todo o Brasil”, destacou Aldo Pereira Teixeira, fundador e presidente da empresa. 

Quem também promete contribuir com o setor em 2021 é a Tecnova Renováveis, empresa gaúcha especializada na construção de usinas fotovoltaicas.  A construtora informou que vão ser investidos, pelos seus clientes, mais de R$ 100 milhões em projetos de geração, transmissão e distribuição de energia em todo o Brasil. Com as obras que já estão contratadas, a companhia vai ampliar a sua potência instalada em até cinco vezes até o fim de dezembro, saltando de 10 para 50 MW.

Já a integradora paranaense Domínio Solar, estipulou como meta para esse ano o faturamento de R$ 44 milhões. De acordo com a empresa, existem projetos de investimentos na equipe de marketing e no time de engenheiros e instaladores, além do lançamento de usinas solares por locação. Por enquanto, o projeto não possui data para lançamento, já que as negociações estão em andamento.

“A energia solar é uma solução com grande potencial, principalmente por estarmos em um país de muita incidência solar. O fato é que ainda há muito para ser explorado e, o mais importante, é que se trata de uma energia limpa e renovável”, disse César Augusto, diretor-executivo da integradora de soluções em energia renovável.

Ao todo, a Domínio Solar gerou 8,66 GWh de energia renovável no ano de 2020 e registrou o aumento de 73% de clientes em relação ao ano anterior. “A crise pandêmica mostrou a muitas pessoas e empresas a importância de reduzirem seus custos, o que também contribuiu para o aumento na demanda por nossos projetos em 2020”, frisou César Augusto.

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal