20 de setembro de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,83GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 6,90GW

Carrinho

Energia solar irá abastecer 33 estações de tratamento de água da Sabesp

BID concedeu um financiamento de R$ 950 milhões para a companhia incorporar a fonte fotovoltaica

Autor: 4 de janeiro de 2021Brasil
Energia solar irá abastecer 33 estações de tratamento de água da Sabesp

O BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) anunciou que concedeu financiamento de R$ 950 milhões de reais à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), considerada a maior empresa de água e saneamento da América Latina.

Segundo o BID, serão dois financiamentos. O primeiro, de 14 anos, apoiará os investimentos da Sabesp para a incorporação de energia solar nas estações de tratamento existentes da mesma, além de obras que contribuirão para a descontaminação do Rio Pinheiros.

Ao total, serão instalados 73 MW de potência em 33 das estações de tratamento de água. A expectativa é que o projeto crie aproximadamente 700 empregos diretos e indiretos. Esta capacidade de autogeração de energia elétrica será a primeira construída e operada pela Sabesp com fontes renováveis.

De acordo com a companhia, a energia gerada será suficiente para suprir 4,5% de toda eletricidade consumida pela Sabesp ou 60% de toda a energia elétrica consumida em baixa tensão.

O programa já está em fase de implantação, com a maioria das plantas contratadas com a previsão de início de operação até 2022.

A Sabesp informou ainda que analisa a implantação de usinas fotovoltaicas em estruturas flutuantes e a geração de energia centralizada na posição de autoprodutor de energia.

“Ao investir nesses potenciais de geração de energia limpa e renovável, contribuímos com a preservação do meio ambiente ao evitar a emissão de toneladas de CO2 na atmosfera”, disse a empresa em nota.

“Na prestação dos serviços de saneamento básico, o consumo de energia é extremamente relevante, principalmente nas estações de bombeamento de água e esgoto, representando uma das maiores despesas das empresas desse setor. Essa energia, consumida a partir do SIN (Sistema Interligado Nacional), já tem cerca de 83% de origem em fontes renováveis”, ressaltaram.

A fim de amenizar o impacto desse elevado consumo de energia, uma das ações da companhia para ampliação das renováveis na sua matriz energética é o aproveitamento dos potenciais de geração de energia elétrica em projetos solares ou no aproveitamento do potencial hidráulico das – CGHs (Centrais de Geração Hídricas).

2º financiamento

Já com relação ao segundo financiamento concedido pelo BID, o prazo será de 10 anos e os recursos serão utilizados para refinanciar uma parte da dívida da Sabesp em moeda estrangeira, reduzindo assim sua exposição geral ao câmbio.

Mateus Badra

Mateus Badra

Trabalhou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar