27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Fomento Energia: financiamento com taxas a partir de 1,16%

Saiba mais sobre a linha de crédito voltada para aquisição e instalação de equipamentos

Autor: 1 de fevereiro de 2022Paraná
Fomento Energia: financiamento com taxas a partir de 1,16%

A linha de crédito Fomento Energia possibilita que seja financiado entre R$ 20 mil até R$ 500 mil

A Fomento Paraná, instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado, já financiou mais de R$ 8 milhões em projetos de energia solar.

Atualmente, a linha de crédito da Fomento Energia permite a aquisição e a instalação de todos os componentes de sistemas de micro e minigeração solar, eólica ou de biomassa.

A iniciativa segue as estratégias traçadas pelo Governo do Estado, que vem trabalhando em diversas frentes para transformar o Paraná em um estado mais sustentável.

“Vamos colaborar para promover mudanças globais que priorizem projetos e construções de baixo impacto ambiental também a partir das nossas instituições financeiras”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

“Temos muito potencial de geração de energia renovável no Brasil e no Paraná em especial, seja pelo sol abundante ao longo do ano ou com ventos regulares em algumas regiões, que são fatores que favorecem para melhorar a matriz energética”, explica o governador.

Vinicius Rocha, diretor de Mercado da Fomento Paraná, destaca que entre as vantagens do investimento em energia solar fotovoltaica está o retorno em curto prazo. “A implantação dos sistemas é fácil e rápida e o valor economizado em energia ajuda a cobrir o custo do financiamento. Além de sustentável, o sistema pode reduzir em até 90% o valor da conta de energia elétrica”, ressalta Rocha.

Ele ainda enfatiza que se o empreendedor contratar o crédito e instalar o sistema ao longo de 2022, poderá aproveitar mais uma vantagem, que é compensar quase integralmente o custo da energia, sem ter que pagar pelo uso da rede de distribuição até 2045.

O Canal Solar apurou junto à Fomento Paraná as principais dúvidas a respeito da linha de crédito voltada para aquisição e instalação de kits fotovoltaicos. Confira.

O que posso financiar?

É possível financiar obras civis (construção e reforma), montagem e instalações. Ademais, pode ser financiado máquinas e equipamentos novos, nacionais ou importados, de maior eficiência energética, ou que tenham relação com o projeto de micro e minigeração de energia renovável.

Qual o valor que pode ser financiado?

A linha de crédito Fomento Energia possibilita que seja financiado entre R$ 20 mil até R$ 500 mil.

Quais são as condições do Crédito?

Esta linha é para Micro e Pequenas Empresas. O prazo máximo para pagamento é até 120, com carência máxima de 24 meses. Porém, a instituição esclarece que os prazos totais e de carência podem ser alterados em função da análise da proposta de crédito.

Qual é a taxa de juros?

As taxas de juros são a partir de 1,16% ao mês (taxa de juros indexada à SELIC). Esta taxa pode variar de acordo com a análise de crédito e do risco da operação.

Quais documentos eu preciso apresentar?

Confira a documentação básica para protocolo de propostas:

  • RG e CPF dos sócios e dos respectivos cônjuges, caso sejam casados;
  • Declaração do Imposto de Renda com recibo de entrega dos sócios;
  • Documentação de Constituição da Empresa, conforme o caso:
  • Contrato Social (e alterações);
  • Requerimento de Empresário;
  • Estatuto Social

Veja mais detalhes sobre a documentação clicando aqui.

Como fazer meu pedido de crédito?

Segundo a Fomento Paraná, o acesso a esta linha de crédito se dá principalmente por meio da Rede de Parceiros agentes de crédito e correspondentes, que atuam nas prefeituras conveniadas ou nas associações comerciais e empresariais e também por meio de sociedades empresariais credenciadas, que atuam nas diversas regiões do estado. Para ver a relação de contatos com agentes e correspondentes clique aqui.

Credenciamento de fornecedores

A Fomento Paraná também permite que fornecedores de equipamentos possam atuar como correspondentes e ofertar diretamente aos clientes as linhas de crédito da instituição no momento da compra. Os interessados podem se credenciar como Correspondente de Crédito. Saiba mais clicando aqui ou por meio dos telefones (41) 3235-7644 / 7648.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Um comentário

  • Carlos Penna disse:

    Bom dia!

    Gostaria de maiores informações se possível do decreto 6.833/2021, que autoriza bancos financiarem, fora do crédito rural, a aquisição de equipamentos, inclusive a importação de placas fotovoltaicas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.