4 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Megacomm e Huawei definem estratégia de parceria para 2023

Empresas discutiram as demandas atuais do mercado brasileiro e suas tendências para este ano

Autor: 21 de março de 2023Parcerias
2 minutos de leitura
Megacomm e Huawei definem estratégia de parceria para 2023

Distribuidora recebeu a visita do presidente Latam da fabricante Huawei, Wang Xindang

A distribuidora de kits fotovoltaicos Megacomm recebeu, nesta segunda-feira (20), a visita do presidente Latam da fabricante Huawei, Wang Xindang. Segundo as duas empresas, o objetivo do encontro foi discutir e firmar novas estratégias para atuação em conjunto durante este ano e os próximos anos.

“Durante a visita, tivemos oportunidade de apresentar nossa nova estrutura, que conta com 30 mil metros quadrados e diversos projetos que a Megacomm está desenvolvendo para o mercado”, comentou Bruno Bonfá, CEO da Megacomm.

De acordo com o executivo da distribuidora, o mercado vem apresentando sinais iniciais de uma melhor adoção tecnológica e uma regulação por qualidade.

“Apesar do mercado ser ainda muito novo, está ficando cada vez mais claro o tamanho da responsabilidade envolvida na cadeia da energia solar no Brasil, e quando se trata de equipamentos de eletrônica de potência, não podíamos estar mais bem alinhados a isso, sendo distribuidores Diamond da Huawei, o que reforça para nós que a decisão de investir neste projeto no ano passado, foi uma decisão assertiva”, destacou Bonfá.

Durante a visita, as duas empresas discutiram a respeito do mercado fotovoltaico brasileiro e suas tendências para este ano. Segundo Bonfá, um dos principais temas debatidos foi a importância do pós-venda.

“O tema pós-venda foi exaustivamente discutido a fim de manter seu nível de excelência, principalmente com a escalada das vendas que estão previstas com as estratégias adotadas”, pontuou o CEO da Megacomm.

Outro tema que marcou a visita de Xindang na Megacomm foi a aplicação de novas soluções de armazenamento. “Este tema foi um dos pontos altos da nossa conversa, uma vez que apresentamos à Huawei mercados que terão alta adoção desse tipo de solução como, por exemplo, o agronegócio, responsável por parte significativa do PIB do país”, relatou Bonfá.

“Com isso já iniciamos nosso posicionamento frente a esse tipo de tecnologia, que por sinal, já temos disponível para o mercado residencial. Hoje, temos em estoque, e disponível para venda, as baterias Luna 2000 de 5 kWh da Huawei, que são uma solução integrada aos inversores residenciais inteligentes da marca”, concluiu.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.