26 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Ômega Energia e Apolo fecham acordo para ter holding de energia solar

Acordo prevê aquisição, estruturação e implantação de projetos fotovoltaicos no Brasil ao longo de 2024

Autor: 19 de maio de 2023Mercado
1 minutos de leitura
Ômega Energia e Apolo fecham acordo para ter holding de energia solar

Investimentos inicias para aquisição e estruturação de projetos estão estimados em R$ 140 milhões. Foto: Freepik

A Ômega Energia assinou um acordo com a Apolo Administração de Recursos para a criação de uma holding voltada para a implantação de projetos de geração de energia solar no Brasil.

A companhia comprometeu-se em investir R$ 58,5 milhões para obter 69,95% da holding em parceria com a Apolo, que deterá os demais 30,05% do capital social da nova empresa. 

Os investimentos iniciais nessa primeira fase da operação para aquisição e estruturação de projetos estão estimados em R$ 140 milhões, assim como a implantação de seis usinas fotovoltaicas de GD (geração distribuída) – que, juntas, totalizam uma capacidade de 19,5 MWp.

Os acordos também incluem a possibilidade de investimentos adicionais e que podem alcançar uma capacidade total de geração própria de até 141,1 MWp em uma segunda fase. Neste caso, os investimentos podem ultrapassar a marca de R$ 1 bilhão.

Os projetos devem estar totalmente operacionais ao longo de 2024 e os recursos financeiros necessários para esses investimentos serão obtidos principalmente por meio de operações de comercialização relacionadas a aumentos de margens em alguns dos ativos da empresa, acrescentou o documento.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.