TJMG adere ao Mercado Livre de Energia e deve economizar R$ 20 mi

Tribunal de Justiça mineiro e a Cemig celebraram o acordo que entrará em vigor neste mês e terminará em 2029
2 minuto(s) de leitura
Cerimônia de assinatura do contrato entre o Tribunal de Justiça mineiro e a Cemig. Foto: Euler Júnior/TJMG/Divulgação

O TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) estima economizar mais de R$ 20 milhões na conta de energia elétrica com a adesão ao Mercado Livre de Energia. A Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) foi a vencedora da licitação.

O contrato, que foi assinado na quarta-feira (17), entra em vigor ainda este mês e terminará em março de 2029. A Cemig vai fornecer energia limpa e renovável para 27 unidades consumidoras da instituição, que migrarão de forma gradual até o término do contrato.

O TJMG espera que, em cinco anos, 80% do consumo de energia nas unidades seja de fontes renováveis.

A abertura do Mercado Livre de Energia aconteceu em janeiro deste ano com a resolução de atender empresas em média e alta tensão ligadas à rede elétrica.

Os estudos do Tribunal para a migração de mercado começaram em 2019 e a administração constatou que as 27 unidades operam em média tensão e poderiam migrar para o Mercado Livre.

O presidente do Tribunal, desembargador José Arthur Filho, comemorou a resolução na cerimônia de assinatura do contrato: 

“A medida hoje celebrada possibilitará não apenas economia de gastos com energia para os cofres públicos, mas também garantirá um alinhamento da Corte mineira às melhores práticas de governança, que incluem não apenas o uso racional dos recursos públicos, mas, sobretudo, o aspecto da sustentabilidade como um de seus eixos centrais”, disse.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal