26 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Usina solar irá suprir 85% do consumo de energia de grupo de saúde

EDP e Hapvida NotreDame Intermédica firmam contrato para a autoprodução de 30,50 MWac

Autor: 23 de novembro de 2022Parcerias
2 minutos de leitura
Usina solar irá suprir 85% do consumo de energia de grupo de saúde

Grupo de saúde, nos últimos anos, tornou-se neutro em carbono. Foto: Hapvida NotreDame/Divulgação

A Hapvida NotreDame Intermédica, grupo de saúde e odontologia, e o grupo EDP firmaram contrato com duração de 15 anos para a autoprodução de 30,50 MWac de potência instalada de energia solar, o que deve suprir cerca de 85% da demanda de eletricidade das unidades instituição nos próximos anos.

A usina fotovoltaica, localizada no estado de São Paulo, é uma parceria com co-investimento 50%/50% entre a EDP Brasil e a EDP Renováveis, as duas empresas do grupo que operam no país. A transação aguarda aprovação do CADE (Conselho de Administração para Defesa Econômica).

“Tal iniciativa é extremamente significativa e simbólica, pois coloca a Hapvida NotreDame Intermédica na vanguarda do setor de saúde, quando o assunto é a autoprodução de energia solar”, apontou João Alceu Amoroso Lima, vice-presidente de Ambiental, Social e Governança do Grupo Hapvida NotreDame Intermédica.

A companhia, nos dois últimos anos, tornou-se carbono neutro com a compensação de 100% das suas emissões de gases de efeito estufa, além de ter obtido a nota B- no CDP Climate Change, a melhor do setor de saúde brasileiro.

Mercado livre de energia

Além do contrato de autoprodução, a EDP e a Hapvida NotreDame Intermédica firmaram parceria para a migração das unidades do grupo de saúde para o mercado livre de energia e para o fornecimento de eletricidade para essas unidades até a entrada em operação da usina fotovoltaica, a partir de 2024.

“No total, 64 unidades, incluídas na estrutura de autoprodução, fizeram parte da migração do mercado regulado da operadora”, reforçou Amoroso Lima. A EDP está construindo também cinco usinas solares de geração distribuída que irão abastecer 55% das unidades da Hapvida NotreDame Intermédica que operam em baixa tensão.

“O sucesso da EDP no desenvolvimento de novos modelos de negócio e de projetos de longo prazo, com oferta de soluções integradas direcionadas aos clientes, reforça o perfil inovador e sustentável e a estratégia de crescimento pautada na aceleração da transição energética e na descarbonização da economia”, ressaltou Carlos Andrade, vice-presidentes de Clientes da EDP no Brasil

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.