A partir de 2021, Ipiranga vai operar com energia solar em 5 estados

A economia estimada é de até 15% no custo dos postos com energia elétrica
A partir de 2021, Ipiranga vai operar com energia solar em 5 estados

Visando reduzir o custo com energia elétrica, a rede de postos de combustíveis Ipiranga vai investir em GD (geração distribuída) solar por meio de aluguel de usinas fotovoltaicas. A empresa afirmou que cinco complexos solares fotovoltaicos já estão em construção nos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Ceará.

O projeto será colocado em prática em parceria com a GDSolar, que cuidará da construção, operação e manutenção das usinas fotovoltaicas, que devem começar a gerar energia até abril de 2021. A expectativa é de que, juntas, as plantas gerem mais de 51 mil MWh por ano, o suficiente para suprir o consumo de aproximadamente 300 postos Ipiranga, com franquias AmPm e Jet Oil.

Ainda segundo a rede Ipiranga, a iniciativa, além de gerar energia renovável, visa apoiar a eficiência operacional e a saúde financeira de seus revendedores e franqueados, já que a conta de energia é o segundo maior custo de operação da rede.

A economia estimada é de até 15% no custo dos postos com energia elétrica, atingindo uma redução de aproximadamente R$ 74 milhões na rede. Além disso, o benefício será oferecido sem custo adicional ou qualquer investimento por parte dos revendedores e franqueados.

“Nós identificamos oportunidades e estruturamos projetos sólidos e coerentes com o modelo de negócio dos nossos postos e franquias, buscando sempre os melhores parceiros do mercado. Esse projeto é inovação e sustentabilidade, lado a lado, entregando mais um diferencial competitivo que, por meio da geração de energia renovável, oferece mais perenidade ao negócio”, afirmou Marcelo Araujo, presidente da Ipiranga.

Imagem de Ericka Araújo
Ericka Araújo
Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal