24 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.98GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Ações ESG na Aldo Solar: por um Brasil mais positivo e sustentável

Empresa apoia ações e projetos que estão de acordo com seus três pilares: ambiental, social e de governança

Autor: 18 de janeiro de 2022Opinião
Ações ESG na Aldo Solar: por um Brasil mais positivo e sustentável

A Aldo Solar prima pelo apoio às entidades que estão mais próximas e também por aquelas ligadas ao DNA da empresa. Foto: Elements.

Posso afirmar com orgulho que a Aldo Solar sempre se preocupou com ações ESG. Queremos que os três pilares (ambiental, social e de governança) estejam presentes em cada atividade da Aldo. Essa é nossa forma de demonstrar responsabilidade e comprometimento com a sociedade e o planeta. 

Fico atento a toda e qualquer oportunidade que temos de praticar ações socioculturais, de saúde, esportivas e ambientais, sejam elas por meio de renúncia fiscal ou não. É importante que os empresários conheçam estas oportunidades e pratiquem o bem.

Em nosso caso, primamos pelo apoio às entidades que estão mais próximas de nós geograficamente. Também olhamos para aquelas que estão ligadas ao nosso DNA, como é o caso do nosso apoio ao tênis brasileiro.

Enquanto os projetos apoiados por nós são diversos, ainda assim, eles carregam muito em comum. São iniciativas e entidades que valorizam a vida, o bem-estar das crianças, a proteção ao meio-ambiente, o incentivo à cultura e ao esporte, e o avanço da saúde.

Nesse meio tempo, seguimos designando parte do valor a ser pago para a União Federal referente ao IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) à importantes ações e projetos brasileiros. Ao todo, durante o Q4 de 2021, investimos mais de R$ 2 milhões em ações ESG. Cada revendedor é corresponsável por este grande resultado.

Atualmente, são quatro ações focadas no incentivo da cultura. Elas estão de acordo com a Lei Rouanet, oficialmente Lei Federal de Incentivo à Cultura. Assim, a Lei autoriza produtores a buscarem investimento privado para financiar iniciativas culturais.

São elas:

  • Dança para crianças – Hospital Pequeno Príncipe
  • Acervo Guga Kuerten – Instituto Guga Kuerten
  • Paixão de Cristo em Maringá – Associação Lírius
  • Projeto Merkabah

Essas encenações e projetos sociais ajudam, cada um à sua maneira, a tornar a cultura mais acessível para toda a população. No caso do Acervo Guga Kuerten, apoiamos a digitalização e catalogação da memória do tenista. Assim, a história de Guga poderá inspirar gerações.

Falando em esporte, temos também as ações ESG sobre Lei de Incentivo ao Esporte – Lie. Ela permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos. São projetos aprovados pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. Assim, as empresas podem investir até 1% desse valor.

Hoje, a Aldo Solar incentiva dois projetos por meio da LIE:

  • Programa de Esporte e Educação Campeões da Vida – Instituto Guga Kuerten
  • Rede Tênis Brasil

O Programa de Esporte e Educação Campeões da Vida oferece oportunidades educacionais, sociais e esportivas voltadas para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, econômica e/ou educacional desde 2002.

Também a respeito do tênis brasileiro, temos orgulho de patrocinar a Rede Tênis Brasil. O projeto é resultado da união, em 2020, de duas das maiores entidades de massificação e treinamento do tênis no País: o Instituto Tênis e a Academia Tennis Route. Hoje, o RTB impacta a vida de milhares de crianças e jovens.

Uma outra forma de apoiarmos as crianças é com o investimento em ações sobre o FIA (Fundo para a Infância e Adolescência). Este fundo é autorizado pela Lei Federal 8.069/1990, e é criado para captar e aplicar recursos financeiros destinados especificamente para a área da infância e adolescência. 

Nossas ações ESG direcionadas ao FIA são em apoio às seguintes instituições:

  • Lar Escola da Criança
  • Hospital Pequeno Príncipe

Lar Escola da Criança de Maringá iniciou suas atividades em 10 de maio de 1963. Atualmente trabalha com Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e Programa de Aprendizagem e sempre com o objetivo de desenvolver uma linha de atuação que possibilite a integração entre a instituição, família, escola e comunidade.

Já o apoio ao projeto “Pelo Direito à Vida III”, do Hospital Pequeno Príncipe, visa efetivar o direito à vida e à saúde de crianças e adolescentes por meio de promoção de assistência hospitalar e ambulatorial.

Por fim, participamos também de ações sobre o Pronon, o Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica. O programa funciona desde 2021, por meio da lei n° 12.715/12. Desse modo, o projeto viabiliza que empresas possam destinar 1% do seu imposto de renda para o avanço da oncologia no Brasil.

Mantemos incentivos para seis projetos apoiados pelo Pronon:

  • Ampliação do Serviço de Transplante de Medula Óssea
  • Centro de Diagnóstico Oncológico Avançado Pequeno Príncipe
  • Formação Continuada
  • Lei de incentivo ao idoso
  • Fundo do Idoso
  • APAE Maringá (também por meio do Fundo do Idoso)

Estes projetos ajudam a garantir mais qualidade de vida e dignidade aos idosos, com acomodações, tratamentos, cursos para quem cuidará desses idosos, além de incentivo às atividades físicas, culturais e de lazer. 

Por fim, deixo aqui meu recado de incentivo às empresas que desejam fazer mais pelas comunidades que as cercam. Como visto neste artigo, existem diversas leis que apoiam o empreendedor a contribuir com uma sociedade mais inclusiva, acolhedora e sustentável. 

Busque as instituições próximas à sua empresa, conheça elas de perto. Saber que faz parte de projetos que impactam tão positivamente as pessoas é algo que não tem preço.

Aldo Pereira Teixeira

Aldo Pereira Teixeira

Presidente fundador da distribuidora de equipamentos fotovoltaicos Aldo Solar, sediada em Maringá (PR). Atua há anos no setor solar, com experiência em gestão e vendas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.