Aldo e ABSOLAR apontam retomada do setor fotovoltaico

O evento também contou com a participação do gerente geral da Jinko Solar para a América Latina, Alberto Cuter

O mercado fotovoltaico está entre os setores que devem impulsionar a retomada da economia brasileira no período pós-pandemia. Esse foi o principal destaque do Solar Talks “Mercado de energia solar, o que podemos aprender neste cenário desafiador?”. O evento online realizado no Dia Mundial do Meio Ambiente (5) pela distribuidora Aldo Solar contou com a participação do Canal Solar e de mais de 1.700 pessoas.

“Nós estamos absolutamente prontos para daqui pra frente. Estamos acompanhando, todos os dias, as expectativas de aumento dos projetos, das instalações, na evolução das vendas e não vai faltar produto de maneira alguma”, destacou Aldo sobre a retomada do setor solar.

Para Ronaldo Koloszuk, presidente da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o Solar Talks explorou assuntos relevantes para o setor solar e trouxe otimismo para os profissionais do setor fotovoltaico. “O webinar foi espetacular, muito rico em conteúdo, trazendo informações de qualidade na questão conjuntural, na questão econômica, na questão setorial, com novas tecnologias, principalmente off-grid e, na questão regulatória e governamental”.

“Temos sinais de que o pior já passou e o setor começa a dar sinais positivos e estes sinais devem se intensificar gradualmente nas próximas semanas até voltarmos aos patamares pré-covid”, acrescentou Koloszuk.

O evento também contou com a participação do gerente geral da Jinko Solar para a América Latina, Alberto Cuter, que comentou sobre a retomada internacional. “A China foi o primeiro país que fechou, durante dois meses, e agora, no terceiro trimestre do ano, é o país com maior mercado fotovoltaico. Eu penso que isso vai acontecer com o Brasil. Quando passar a covid, o mercado do Brasil vai seguir sendo um dos mercados de geração distribuída mais importantes do mundo”, ressaltou Cuter.

Ainda durante o evento, a vice-presidente de GD da ABSOLAR, Bárbara Rubim, comentou sobre os Projetos de Lei que correm no Legislativo. “Existe uma predisposição forte do Congresso para que o assunto seja resolvido via uma lei e não uma via uma resolução normativa mas, a realidade que nós temos hoje é que o Congresso só está olhando para temas relacionados à pandemia e pós-pandemia. Como associação temos mantido diálogo constante com os parlamentares”, esclareceu.

Barbara ainda comentou sobre o andamento da revisão da REN 482. “A ANEEL tem sinalizado que está disposta a esperar o Congresso resolver o assunto. A minha perspectiva é que até começo do ano que vem, tenhamos uma solução para o tema”, afirmou.

Solar Talks

O evento foi moderado pelo diretor do Canal Solar, Bruno Kikumoto, e contou com a participação do presidente da Aldo Solar, Aldo Pereira Teixeira, do presidente da ABSOLAR, Ronaldo Koloszuk, da vice-presidente de GD da ABSOLAR, Bárbara Rubim, do gerente geral da Jinko Solar para a América Latina, Alberto Cuter e do sócio da XP Investimentos com foco nas ações de energia, óleo & gás, Gabriel Francisco.

Imagem de Ericka Araújo
Ericka Araújo
Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal