Economia motiva empresário a investir em energia solar em casa

A geração distribuída no Brasil teve um crescimento de 77,83% no primeiro semestre de 2020

A economia gerada pela implantação de energia solar em empresas e indústrias tem motivado proprietários a apostar na eficiência energética do sistema também em casa. Como é o caso do empreendedor Marco Aurélio Quirino, que instalou em sua residência, localizada na cidade de Maringá (PR), 26 painéis fotovoltaicos, com uma geração de 14.835 kWh por ano.

De acordo com Diogo Martins, diretor-executivo da Platão Energia, empresa responsável pela execução do projeto, o consumidor terá uma economia anual de mais de R$ 10 mil, atingindo o payback em 4 anos.

“Quando bem instalado e composto por bons equipamentos, o sistema tem uma vida útil de pelo menos 25 anos. Apostar em energia solar, além de gerar energia limpa, significa, de fato, grande economia”, destacou Martins.

Para realizar o monitoramento e otimizar a eletricidade que foi gerada no sistema, Quirino adquiriu o inversor solar Fronius, modelo Symo 12 Brasil. “A instalação dele é bem prática e a comunicação com a rede do cliente facilita o monitoramento online. Através da plataforma Solar.web da Fronius é possível analisar os dados de geração de forma simultânea. Com isso, o Marco Aurélio consegue acompanhar os ganhos do sistema, tanto no aspecto financeiro quanto no ambiental”, explicou Alexandre Borin, gerente comercial da Fronius do Brasil.

Energia solar em empresa

A primeira vez que Marco Aurélio Quirino investiu em energia solar foi em 2019, quando instalou um sistema fotovoltaico de 27,47 kWp, com banco de baterias e inversores Fronius e off-grid na sua empresa de telecomunicações. O empreendedor estava preocupado com possíveis apagões no fornecimento de energia elétrica e queria evitar paralisações nas atividades por conta de corte na energia, o que promoveu, consequentemente, uma economia para o seu negócio.

Assim, em janeiro deste ano, veio a decisão de investir em energia solar também para sua residência. Ele aproveitou então a experiência positiva adquirida com a instalação anterior e procurou os mesmos fornecedores de serviços e equipamentos para o seu novo projeto.

Investimentos em geração distribuída tem alta

A geração distribuída no Brasil teve um crescimento de 77,83% no primeiro semestre de 2020 em comparação com o mesmo período do ano passado. É o que apontou um levantamento exclusivo feito pelo Canal Solar com base nos dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

De janeiro a junho de 2019 foram registrados 544.193 kW em potência instalada no país. Já nos primeiros seis meses deste ano, este número foi de 956.807 kW, uma diferença de 412.614 kW.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal