29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Bandeira tarifária verde segue vigente para janeiro de 2024

ANEEL divulgou que as contas de energia elétrica não terão custo adicional

Autor: 2 de janeiro de 2024Conta de luz
2 minutos de leitura
Bandeira tarifária verde segue vigente para janeiro de 2024

Foto: Freepik

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) divulgou na última sexta-feira (29) que a bandeira tarifária verde segue vigente para janeiro de 2024, ou seja, as contas de energia elétrica não terão custo adicional.

Ainda segundo a Agência, a bandeira verde é consequência das condições favoráveis de geração de energia, situação que permanece há 21 meses, desde abril de 2022.

O diretor-geral Sandoval Feitosa destacou que “a sinalização confirma as boas condições de energia no país e permitem que o consumidor passe a ter um consumo mais consciente, ao conhecer o custo real da energia. Iniciamos o ano com excelente notícia para os consumidores”.

Criado em 2015, as bandeiras tarifárias têm como objetivo ajudar o consumidor a entender a hora de economizar e a entender o valor da geração de energia do mês.  

Com isso, mensalmente, “a ANEEL monitora e faz projeções de acionamento das bandeiras, válidas para todos os consumidores do Sistema Interligado Nacional (SIN), malha de linhas de transmissão de energia elétrica que conecta as usinas aos consumidores”, afirmou a Agência.

Quais são as bandeiras tarifárias?

Bandeira Verde: boas condições de geração. A tarifa não sofre nenhum acréscimo.

Bandeira Amarela: Condições menos favoráveis de geração. A tarifa sofre um acréscimo de R$1,874 para cada 100 kWh consumidos.

Bandeira Vermelha – Patamar 1: Condições ruins de geração. A tarifa sofre um acréscimo de R$3,971 para cada 100 kWh consumidos.

Bandeira Vermelha – Patamar 2: Condições bastante ruins de geração. A tarifa sofre um acréscimo de R$9,49 para cada 100 kWh consumidos.

Bandeira escassez hídrica: Tarifa criada para a seca de 2021. A tarifa aplica um acréscimo de R$14,20 extras a cada 100 kWh consumidos.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Yvana Leitão

Yvana Leitão

Produtora do Podcast Papo Solar. Possui experiências em matérias jornalistas para revista e para site, e entrevistas. Graduanda em jornalismo pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.