Baterias chegam ao Brasil para inovar no mercado solar

O contêiner usa baterias de fosfato ferro-Lítio que possuem um longo ciclo de vida e uma alta densidade

Armazenar energia solar em larga escala. Esse é o diferencial do ESS Container, sistema que chega ao Brasil para inovar no mercado fotovoltaico. De acordo com a BYD, empresa responsável pela comercialização do equipamento, o mesmo é capaz de abrigar uma grande quantidade de baterias, possibilitando programar a utilização de energia durante a noite, nos dias nublados e chuvosos e ainda reduzir o consumo nos horários de pico.

O container usa baterias de fosfato ferro-Lítio que possuem um longo ciclo de vida e uma alta densidade energética, conseguindo, por exemplo, abastecer 100 casas por dois dias inteiros. Segundo a BYD, o equipamento ainda gera energia conforme a necessidade de uso, possui aplicações On Grid e Off grid e uma modulação de frequência AVC e AGC, além de viabilizar melhores condições de infraestrutura elétrica em locais remotos e contar com um sistema de armazenamento que atende a diferentes segmentos industriais.

O primeiro projeto de larga escala que utilizou o ESS Container foi uma usina criada para um condomínio de casas residenciais, uma parceria da Alsol com a Cemig. Quando o nosso projeto de pesquisa e desenvolvimento com a Cemig começou a ser desenvolvido, optamos por fazer a primeira compra das baterias de armazenamento de ferro lítio. É uma iniciativa pioneira”, afirmou Gustavo Malagoli Buiatti, fundador e CTO da Alsol.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal