14 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,1GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,4GW

Brasil é o sexto país que mais gerou empregos no setor solar em 2021 

País sobe uma posição em ranking internacional e segue à frente de nações como Alemanha e Reino Unido

Autor: 26 de setembro de 2022Indicadores
2 minutos de leitura
Brasil é o sexto país que mais gerou empregos no setor solar em 2021 

Sistema FV sendo instalado por profissional em telhado residencial. Foto: Bruno Pires de Souza

O Brasil foi o sexto país que mais gerou empregos em energia solar no mundo em 2021, ficando, mais uma vez, à frente de líderes históricos do setor, como Alemanha e Reino Unido.

É o que mostra o mais novo relatório publicado pela IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável), em parceria com a OIT (Organização Internacional do Trabalho).

Ao longo do ano passado, as fontes renováveis foram responsáveis por gerar 12,7 milhões empregos em todo o planeta, sendo a solar fotovoltaica a principal delas, com mais 4,2 milhões de novos postos de trabalho (33% do total).

De acordo com a Agência, o Brasil registrou cerca de  3,5% do total de empregos criados no mundo todo em energia solar no ano passado, o que representou mais de 150 mil contratações efetivadas.

O país ficou atrás somente das seguintes nações: China, Estados Unidos, Índia, Japão e  Bangladesh, respectivamente, conforme destaca o gráfico abaixo. 

Fonte: Irena, Renewable Energy and Jobs – Annual Review, 2022

Brasil rumo ao TOP-5?

Os últimos relatórios publicados pela IRENA mostram que o Brasil vem tendo um papel fundamental na criação de empregos para o setor de energia solar em todo mundo. 

No levantamento de 2019, o país atingiu pela primeira vez a oitava colocação do ranking. Um ano depois, na edição de 2020, subiu para a sétima posição. 

No entendimento da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), os números devem melhorar ainda mais em 2022. 

“A energia solar seguirá crescendo a passos largos e deverá praticamente dobrar sua potência operacional instalada, gerando ainda mais emprego neste ano”, projeta Rodrigo Sauaia, CEO da entidade.

Nos últimos dez anos, de 2012 até setembro de 2022, a fonte gerou mais de 570 mil empregos no Brasil, com mais de R$ 99,7 bilhões em novos investimentos e outros R$ 27 bilhões em arrecadação para os cofres públicos. 

De acordo com a ABSOLAR, a energia solar no Brasil também já evitou a emissão de mais de 27,8 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade nos últimos dez anos.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.