21 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

Busca por crédito no BNB para solar residencial cresce 55% em 2022

Quantidade de clientes que contrataram créditos da instituição passou de 3.428 para 5.335 na comparação com 2021

Autor: 17 de março de 2023março 20th, 2023Brasil
3 minutos de leitura

As operações do BNB (Banco do Nordeste) para financiamento de sistemas de energia solar em residências cresceram 55% em 2022 na comparação com o mesmo período do ano anterior.

De acordo com relatório divulgado pela instituição financeira, a quantidade de clientes que contrataram crédito junto à empresa passou de 3.428 para 5.335 de um ano para o outro, o que demonstra uma maior busca pela autogeração.

Os valores contratados também apresentaram alta na comparação entre os dois período. Em 2021, foram financiados R$ 113 milhões, enquanto que em 2022 foram R$ 184 milhões – uma alta da ordem de 62%.

As operações e os valores correspondem a todas as contratações da linha FNE Sol Pessoa Física, realizadas na área de atuação do BNB e que engloba os nove estados do Nordeste e as regiões norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Segundo o presidente do BNB, José Gomes da Costa, além do interesse natural da população pela implantação da tecnologia, algumas mudanças realizadas no último ano pela instituição teriam ajudado a melhorar os números, como a digitalização do processo de contratação, consulta e aprovação do crédito.  .

“Nós passamos a adotar o parecer de acesso feito pelas concessionárias de energia em substituição a três documentações que eram exigidas antes, que são a viabilidade técnica, a certificação dos equipamentos e a própria vistoria técnica. Ou seja, nós mantivemos a segurança nas operações, mas reduzimos a burocracia”, disse.

Recursos disponíveis

O presidente da instituição destacou ainda que estão disponíveis para 2023 cerca de R$ 186 milhões para novas operações. “Acreditamos que vamos contratar até mais, pois apenas em janeiro e fevereiro já financiamos R$ 34 milhões. Isso é quase 20% da meta para o ano”, revelou.

A linha de financiamento FNE Sol utiliza recursos do FNE (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste) no apoio à aquisição de sistemas para micro e minigeração distribuída de energia por fontes renováveis para consumo próprio do mutuário ou destinados à locação.

As centrais geradoras que podem ser instaladas por meio desse crédito devem ter potência instalada menor ou igual a 75 kW (microgeração) ou superior a 75 kW e menor ou igual a 5 MW (minigeração), segundo o BNB.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.