28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

BYD atinge 1,5 GW de módulos comercializados no Brasil

A energia fotovoltaica também se destaca como uma importante fonte de emprego e renda para o país

Autor: 14 de julho de 2020outubro 2nd, 2020Brasil
BYD atinge 1,5 GW de módulos comercializados no Brasil

O mercado brasileiro de energia fotovoltaica segue atingindo marcas expressivas. No momento em que o país acaba de alcançar 6 GW de potência operacional da fonte solar, segundo dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), a BYD atingiu 1,5 GW de módulos comercializados, representando 25% do setor no Brasil.

Os números consolidam a empresa como um dos principais players do segmento solar com produção nacional, importação de módulos fotovoltaicos e armazenadores de energia.

Nos últimos anos, o país vem apresentando um crescimento vertiginoso nesse mercado. De acordo com a ABSOLAR, com base em dados da IRENA (Agência Internacional de Energias Renováveis), o Brasil assumiu a 16ª posição no ranking mundial da fonte solar em 2019. Com isso, passou a integrar lista dos 20 países com mais capacidade instalada – somando geração centralizada e distribuída.

A energia fotovoltaica também se destaca como uma importante fonte de emprego e renda para o país, gerando três vezes mais postos de trabalho do que as demais fontes, com 180 mil trabalhadores atuando diretamente neste mercado. “Diversos planos de reconstrução das economias pós-Covid pelo mundo apostam na energia solar para criar postos de trabalho e gerar energia limpa”, afirmou Adalberto Maluf, diretor de marketing e sustentabilidade da BYD Brasil.

Plano Safra estimula fabricação nacional

A fabricação de módulos fotovoltaicos no Brasil ganhou um importante incentivo após o anúncio do Plano Safra 2020-2021, que destina cerca de R$ 2 bilhões para projetos de inovação, reduz significativamente os juros e facilita o crédito para o agronegócio.

“Para a BYD, que possui fabricação nacional com todos os módulos incluídos no Finame, o Plano Safra é um importante incentivo. O agronegócio é um grande propulsor da energia solar no país e este estímulo chega em boa hora”, concluiu Maluf.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.