Ceará inaugura complexo solar com 292 MWp

Usina conta com energia suficiente para abastecer, anualmente, cerca de 350 mil residências
Ceará inaugura complexo solar com 292 MWp
Em torno de R$ 1 bilhão investidos na construção do empreendimento. Imagem: Canal Solar

O Complexo Solar Panati, situado na cidade de Jaguaretama (CE), a cerca de 240 km de Fortaleza (CE), foi oficialmente inaugurado pela SPIC Brasil e a Recurrent Energy, subsidiária da Canadian Solar, nesta quarta-feira (19).

O projeto ocupa uma área total de 741 hectares (565 só de área construída), sendo formado por oito subparques com potência total instalada de 292 MWp e uma capacidade para abastecer cerca de 350 mil residências por ano

A usina de geração centralizada está energizada desde dezembro de 2023 e teve em janeiro deste ano a sua operação comercial iniciada junto ao SIN (Sistema Interligado Nacional). 

O empreendimento conta com 446 mil módulos fotovoltaicos N-Type bifaciais da Canadian Solar, além de 4.345 trackers da Soltec e 1.102 inversores da TBEA

O fator de capacidade da usina é de aproximadamente 35%. Ao todo, foram cerca de R$ 1 bilhão investidos para sua construção – o que gerou 1,4 mil empregos verdes durante os 12 meses de obra. 

Os investimentos foram obtidos por meio de financiamentos junto ao BNB (Banco do Nordeste) e a Sudene. O evento de inauguração contou com a presença do Canal Solar e de autoridades e convidados, além do governador do Estado do Ceará, Elmano de Freitas (PT).

“Essa não é apenas uma opinião do governador do Estado, mas também de todas as nossas lideranças. A maior oportunidade de desenvolvimento econômico e de elevação do PIB (Produto Interno Bruto) é por meio das energias renováveis”, disse Freitas. 

A inauguração do novo complexo consolida de vez a entrada da SPIC Brasil no mercado fotovoltaico nacional. Recentemente, a empresa e a Recurrent Energy também inauguraram o Complexo Solar Marangatu, em Brasileira (PI). 

Segundo Adriana Waltrick, CEO da SPIC Brasil, cerca de 75% da energia assegurada nos dois complexos está comprometida por meio de PPAs (contratos de compra de energia) de longo prazo, e a energia restante será vendida no Mercado Livre de Energia.

Com relação ao Complexo Panati, a executiva disse que a escolha de Jaguaretama para implementação da usina ocorreu, sobretudo, por dois motivos.  

“Encontramos um local com abundância em recursos naturais e que fica em um estado que conta com políticas de parceiras entre empresas e o governo muito bem definidas, com prazos para viabilização do negócio. Isso traz segurança para o investidor” disse ela.

Sobre a SPIC 

A SPIC é uma multinacional chinesa que investe na geração de energia com foco em fontes renováveis.

No Brasil, a empresa opera a Usina Hidrelétrica São Simão, na divisa entre os estados de Minas Gerais e Goiás, dois parques eólicos na Paraíba – Millennium e Vale dos Ventos – e é acionista de um dos maiores complexos de gás natural da América Latina, GNA (Gás Natural Açu), em São João da Barra (RJ).

A companhia também detém uma participação majoritária de 70% nos Complexos Solares Marangatu (PI) e Panati (CE). 

No ano passado, a empresa firmou na China um memorando de entendimentos com o governo cearense para estudar a viabilidade técnica em sistemas de geração de energia solar, usinas eólicos offshore e a produção de hidrogênio verde e azul, tendo como ponto focal o Porto Pecém, na região metropolitana de Fortaleza.

Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal