24 de outubro de 2021

Centro-Oeste se aproxima da marca de 1 GW de potência em GD solar

Região possui mais de 67,5 mil unidades geradoras e cerca de 86 mil consumidores recebendo créditos

Autor: 27 de maio de 2021Brasil
Centro-Oeste se aproxima da marca de 1 GW de potência em GD solar

Nove em cada dez cidades da Região Centro-Oeste do Brasil possuem um sistema fotovoltaico gerando energia por meio do Sol. 

O levantamento foi realizado pelo Canal Solar com base nos dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) sobre GD (geração distribuída) solar.

Segundo a pesquisa, dos 466 municípios da região (IBGE 2019), que é formada por Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, 462 já contam com sistemas fotovoltaicos instalados em residências, comércios, prédios públicos, entre outros. 

O levantamento ainda apontou que a região possui 958 MW de potência instalada de GD solar, com mais de 67,5 mil unidades geradoras e cerca de 86 mil consumidores recebendo créditos.

Para Ráiney Soares, gerente de Produto Solar da distribuidora de soluções tecnológicas Horus, esta presença da energia solar no Centro-Oeste do país mostra o potencial que a região possui.

“A crescente busca por instalações de sistemas fotovoltaicos em casas, comércios, indústrias e em áreas rurais na região deixa bem claro as vantagens que a energia solar proporciona, entre elas a economia ao final do mês”, destaca. 

Atualmente, a Horus tem sua matriz localizada em Brasília (DF) e possui mais três unidades físicas no Centro Oeste do país, estabelecidas nos estados de Goiás, além de uma unidade em Tocantins e no Ceará, totalizando seis unidades físicas com centro de distribuição regionalizado.

A empresa, com 45 anos de mercado e especializada em tecnologia de valor agregado, é líder de mercado no Centro Norte do país, cresceu 44% em 2020 e registrou crescimento de 76% no primeiro quadrimestre de 2021.

A expectativa é de que neste ano a empresa alcance a marca de R$ 135 milhões em faturamento no setor. Segundo Tarcisio Augusto Dario, diretor da empresa, “grande parte do crescimento da Horus é resultado de uma política comercial de respeito a cadeia de integradores, produtos de alta qualidade, disponibilidade de estoque e preços altamente competitivos”.

Tarcisio afirmou ainda que o crescimento de energia solar nos próximos anos deve ser exponencial e que a Horus está totalmente preparada para continuar a liderar o segmento em suas regiões de atuação.

Dentre seu portfólio, estão os módulos Jinko, Canadian e Trina Solar, inversores Fronius e Goodwe, além de estruturas de fixação de placas das marcas Spin e Pratyc. A Horus fornece ainda cabos fotovoltaicos Cabomix e equipamentos de precisão Fluke.

“Nossa parceria ocorre com as melhores marcas do mercado solar, Canadian, Jinko, Trina, Fronius e Goodwe. Somos os distribuidores oficiais destas marcas em nossa região de atuação, seguindo a estratégia da Horus de oferecer os produtos com maior qualidade de mercado. Em outros segmentos de tecnologia, somos líderes com Furukawa, Siemens, Universal Robots, Intelbras, SMS, Legrand, Clamper, Brother, Zyxel, TP-Link, dentre as mais de 40 marcas que somos distribuidores oficiais”, destacou Eduardo Viana de Melo, acionista e diretor comercial da Horus.

“A Horus oferece ao mercado 45 anos de experiência, 170 colaboradores altamente qualificados, engenharia de suporte avançado ao integrador e logística extremamente eficiente, inclusive com frota própria”, concluiu Melo.

Curso usinas solares
Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar