27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Principais problemas relatados pelos clientes de sistemas FV

Você sabe quais são os principais problemas relatados pelos consumidores que utilizam sistemas fotovoltaicos? Para responder essa pergunta, a Greener conversou com 260 consumidores da classe de consumo comercial, que adquiriram suas usinas solares...
Autor: 27 de maio de 2021Brasil
Principais problemas relatados pelos clientes de sistemas FV

Você sabe quais são os principais problemas relatados pelos consumidores que utilizam sistemas fotovoltaicos? Para responder essa pergunta, a Greener conversou com 260 consumidores da classe de consumo comercial, que adquiriram suas usinas solares a partir de 2017.

Do total de entrevistados, 88% estão satisfeitos com seus sistemas e 16% relataram que tiveram alguns problemas com a instalação e/ou equipamentos, de acordo com o Estudo Estratégico: Mercado Fotovoltaico de Geração Distribuída 2° Semestre de 2020.

Entre os motivos de insatisfação, estão a geração inferior à calculada/prometida, infiltração no telhado e mau funcionamento do inversor. Também foram apontados outros problemas, como quebra de telhas durante a instalação; problema com disjuntor, cabeamento e conectores; módulos mal posicionados; módulos arrancados do telhado por temporal; problemas na medição; quebra de painéis e; demora na instalação.

Para evitar que esses problemas aconteçam é essencial tomar alguns cuidados. Júlio Tavernaro, gerente comercial da Spin, destacou que para um projeto não ser comprometido é preciso se atentar a questão do laudo estrutural

“Ou seja, avaliar o tipo da telha, se pode ser feita a fixação da telha ou se terá que buscar a viga que está por baixo. Se buscá-la, qual o tipo? Hoje, existem vigas de concreto protendido. Você não pode furá-la”, disse.

Segundo Francis Polo, CEO da Polo Engenharia Elétrica & Fotovoltaica, partindo do princípio de que é preciso ter qualificação e expertise – equipe técnica devidamente especializada, portanto – o integrador tem que se inteirar das opções em relação aos fornecedores e selecionar aquele que mais se adéqua a sua proposta: qualidade, preço e relação custo x benefício.

“O básico é verificar a quanto tempo o fornecedor está no mercado, buscar referências de outros integradores – parceria sólida é algo fundamental – conhecer o portfólio de produtos, certificações, eficiência e vida útil dos equipamentos (de painéis a inversores), assim como as garantias oferecidas”, concluiu. 

Leia mais: Executivo da Leveros destaca importância da qualificação no setor solar

Como você considera o pós-venda de seu integrador? 

O questionário da Greener também perguntou aos clientes como eles consideram o pós-venda do integrador. Segundo a empresa, 10% consideraram-no regular ou ruim. O principal motivo apontado foi a demora no atendimento. 

“Depois que você entrega a usina para o cliente, é iniciada uma jornada de 25 anos com o mesmo. Então, o pós-venda nada mais é do que um processo de ‘customer experience’ que é preciso manter para que os fatores que fizeram aquela pessoa comprar a planta sejam mantidos nesse período”, disse Fábio Furtado, CEO da SolarZ.

Durante participação no podcast Papo Solar, o especialista comentou sobre a importância do pós-venda para o mercado fotovoltaico e destacou que esse atendimento é essencial para conseguir antecipar receitas. Clique aqui e confira. 

Qual foi o meio de pagamento mais utilizado? 

Nos últimos dois anos, o relatório apontou também que o financiamento tem sido fator fundamental para a aquisição de sistemas fotovoltaicos comerciais. 

Em 2020, por exemplo, 58% dos clientes preferiram financiar, já em 2019 esse valor correspondeu por 66%. Os sistemas que mais obtiveram financiamento estão nas faixas de 10 a 49,9 kWp. 

Assista o webinário Financiamento no setor solar: como aumentar a taxa de aprovação

Segundo a Greener, uma possível explicação para o volume financiado em 2020 ter sido inferior a 2019 é a pandemia, que dificultou o acesso a crédito devido às incertezas econômicas. 

Principal motivação para adquirir sistemas fotovoltaicos 

Outro ponto abordado pela Greener durante a pesquisa é sobre a principal motivação para comprar um sistema fotovoltaico. Neste caso, a consultoria relatou que maior parte dos comércios que adquiriram usinas solares indicaram como sua principal motivação a economia (84%), seguido de sustentabilidade (8%). 

Valorização do imóvel e insatisfação com a concessionária de energia também foram mencionados, mas não como a principal das motivações

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Um comentário

  • Excelente artigo! É muito importante para o integrador ter a devida noção da importância do pós venda, afinal é uma grande oportunidade de vender serviços e assessoria, além da fidelização do cliente. Penso que uma opção para integradores focados apenas na instalação da usina, seja a terceirização de serviços pós venda.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.