24 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.98GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Cobei cria GT para elaboração da 1ª norma técnica sobre padrões de microrredes

Segundo a ABMR, o grupo trabalha na elaboração de diretrizes para o planejamento e a especificação de projetos para este

Autor: 11 de junho de 2021Setor Elétrico
Cobei cria GT para elaboração da 1ª norma técnica sobre padrões de microrredes

O desenvolvimento em maior escala das microrredes no setor de energia no Brasil frequentemente esbarra na falta de uma regulamentação mais detalhada desta tecnologia. 

Com o objetivo de solucionar essa situação, a ABMR (Associação Brasileira de Microrredes) está liderando a elaboração da primeira Norma Técnica Brasileira para Microrredes junto ao Cobei (Comitê Brasileiro de Eletricidade, Eletrônica Iluminação e Telecomunicações).

Para isso, foi instituído um GT (Grupo de Trabalho) focado em elaborar padrões industriais e arquiteturas de referência para o avanço das microrredes. Segundo a ABMR, este grupo trabalha na elaboração de diretrizes para o planejamento e a especificação de projetos para este setor.

A associação ainda informou que o escopo da primeira Norma Técnica brasileira terá como referência uma norma da IEC (Comissão Eletrotécnica Internacional, na sigla em inglês), a IEC TS 62898-1 (2017), que fornece as diretrizes para o planejamento e a especificação de projetos de microrredes.

“De acordo com a norma da IEC, as microrredes consideradas são sistemas elétricos de corrente alternada (CA) com cargas e recursos energéticos distribuídos (DER, em inglês Distributed Energy Resources) em nível de baixa ou média tensão. A norma IEC TS 62898-1 (2017) também especifica conceitos-chave, como o de microrredes isoladas e não isoladas. As isoladas não têm conexão elétrica com um sistema mais amplo de energia elétrica, enquanto as não isoladas podem atuar como unidades controláveis para o sistema amplo e podem operar de dois modos: conectadas à rede ou ilhadas”, informou a ABMR em comunicado à imprensa.

Artigo técnico: Microrredes solares oferecem um caminho para descarbonizar a mineração

Ainda segundo a associação, a norma IEC TS 62898-1 (2017), que serve de referência para a futura norma brasileira, abrange também o seguinte escopo: 

  • Aplicação de microrredes, análise de recursos, previsão de geração e previsão de carga; 
  • Planejamento de DER e de sistema de energia de microrredes; 
  • Requisitos técnicos de alto nível para DER em microrredes, para conexão de microrredes ao sistema de distribuição e para sistemas de controle, proteção e comunicação; 
  • Avaliação de projetos de microrredes.

Todos esses tópicos estão em estudo pelo GT da ABMR para a elaboração de uma norma técnica adaptada às condições do país, o qual agora se integrará à Comissão de Estudos CB-003:008 sobre Aspectos de Sistema para Fornecimento de Energia do COBEI. Saiba mais no site do Cobei.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.