26 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Como funciona a linha de crédito para energia solar da Caixa?

Principais dúvidas sobre a linha de financiamento para aquisição de kits e de serviços de instalação

Autor: 27 de janeiro de 2022abril 5th, 2022Brasil
Como funciona a linha de crédito para energia solar da Caixa?

O valor mínimo do empréstimo é de R$ 5 mil e o máximo é de R$ 120 mil. Foto: Rafael Lopes

O Crédito Pessoal Caixa Energia Renovável para pessoas físicas financiarem sistemas de energia solar já está disponível.

A linha de crédito possibilita o financiamento de kits fotovoltaicos residenciais, além dos custos de instalação com taxas a partir de 1,18% ao mês.

Segundo a Caixa Econômica Federal, o financiamento poderá ser de até 100% do projeto, limitado à capacidade financeira do cliente. O valor mínimo do empréstimo é de R$ 5 mil e o máximo é de R$ 120 mil.

O desembolso para pagamento dos equipamentos ocorrerá diretamente ao fornecedor cliente Caixa. O prazo é de até 60 meses, com carência de até 6 meses para o vencimento da primeira parcela. 

O Canal Solar apurou junto à Caixa Econômica Federal as principais dúvidas a respeito da linha de crédito da Caixa. Confira.

Qualquer pessoa pode contratar o Crédito Pessoal Caixa Energia Renovável?

Para a contratação da linha de financiamento é preciso ser correntista da Caixa e não ter nenhum empréstimo em atraso com o banco. Para a liberação do crédito será feita uma análise de crédito. 

Como contratar a linha de crédito?

Basta ir até uma agência da Caixa ou entrar em contato por meio do WhatsApp da Caixa. O banco vai solicitar os seguintes documentos: documento de identidade, comprovante de residência, comprovante de renda, nota fiscal do fornecedor do equipamento e/ou instalação do sistema de geração de energia elétrica fotovoltaica.

Após análise e aprovação do crédito, o dinheiro é creditado diretamente na conta do fornecedor. Destacando que o fornecedor também deve possuir conta na Caixa.

Posso financiar só o serviço de instalação do equipamento?

Sim, desde que o valor do serviço de instalação do equipamento esteja na nota fiscal apresentada à Caixa. Importante ressaltar que cada contrato admite apresentação de apenas uma nota fiscal, que pode ser referente à aquisição de equipamento, serviço de instalação de equipamento ou ambos.

Quando o dinheiro cai na conta do fornecedor do equipamento?

O crédito é realizado na conta do fornecedor após procedimento de conferência dos documentos e da nota fiscal da operação. Caso a documentação não seja aceita, o seu gerente entrará em contato para orientação.

Qual é a forma de pagamento das parcelas?

As parcelas são debitadas automaticamente na data de vencimento da conta corrente.

Minha parcela atrasou, como faço para pagar?

Você pode entrar em contato com a caixa por meio dos canais de atendimento e do site da Caixa, ou ir até uma agência de preferência. 

O que acontece se eu não pagar a parcela?

Em caso de atraso, é possível negociar outras formas de pagamento evitando cobranças futuras, pois, com dívidas não pagas, você terá dificuldades em conseguir novo empréstimo, será cobrado e ainda pode ficar com o nome negativado nos órgãos de proteção ao crédito. 

Caso não haja o pagamento, a dívida aumenta com o passar do tempo e as chances de regularizar ficam mais difíceis.

Posso antecipar as parcelas ou quitar o empréstimo antes do prazo?

Sim. Para isso é preciso ir até uma agência da Caixa para saber os procedimentos e as vantagens da quitação antecipada das parcelas ou do crédito total. 

Pedir o empréstimo e não instalei o equipamento, posso desistir?

Não. Como o pagamento será realizado direto ao fornecedor em conta de sua titularidade, após o crédito, não há cancelamento do crédito. 

Para mais informações acesse o site da Caixa, entre em contato com a Central de Atendimento (4004 0104 para capitais e regiões metropolitanas e 0800 104 0104 para demais regiões) ou visite uma das agências da Caixa.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

25 comentários

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.