18 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,3W

Concessão de crédito para projetos FV tem aumento de 58% no Sicredi

Cerca de R$ 880 milhões foram disponibilizados para o financiamento de projetos de energia solar no país em 2022

Autor: 6 de julho de 2022Financiamento
Concessão de crédito para projetos FV tem aumento de 58% no Sicredi

Metade dos financiamentos concedidos foi para empresas do setor solar. Foto: Freepik

O Sicredi (Sistema de Crédito Cooperativo), uma instituição financeira com presença em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, contabilizou nos primeiros quatro meses do ano um total de R$ 882 milhões em crédito para projetos de energia solar no Brasil.

Trata-se de um montante que representa um aumento de 58% em relação ao mesmo período de 2021, quando a procura por investimentos no setor foi de R$ 560 milhões.

Do total de financiamento concedido entre janeiro e abril deste ano, metade foi destinado a empresas do setor, enquanto 33% foram para pessoas físicas e outros 17% foram para o agronegócio.

De acordo com o Sicredi, um dos principais motivos que explicam o crescimento dos projetos de energia fotovoltaica no primeiro quadrimestre do ano é o trabalho que vem sendo realizado pela instituição com as empresas instaladoras do setor. 

Na avaliação da instituição, as parcerias firmadas têm possibilitado que o financiamento de instalação obtido no Sicredi já seja depositado diretamente na conta das empresas, facilitando o processo para seus associados.

Outra explicação que ajuda a explicar os aumentos seria o PDI (Programa de Desenvolvimento de Integradores de Energia Solar), desenvolvido no Rio Grande do Sul em parceria com o Sebrae/RS e a UCS (Universidade de Caxias do Sul), que oferece qualificação profissional na instalação de equipamentos às empresas parceiras. 

Uma última explicação dada pelo Sicredi para justificar o maior volume de crédito para projetos de energia solar envolve a criação por parte do Sicredi de uma área de finanças sustentáveis, dedicada à captação de recursos para a geração de energia limpa no país.

Criado em 2021, o departamento já computou mais de US$ 120 milhões junto à IFC (International Finance Corporation), membro do Banco Mundial, focada em atender à crescente demanda por crédito destinado à instalação de sistemas de energia solar em todo o planeta. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Coordenador da Revista Canal Solar. Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.