24 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.98GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Consumidores ganham 16 novas usinas solares para o serviço de assinatura

As usinas serão construídas nas cidades do Rio de Janeiro, Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais.

Autor: 15 de julho de 2021Brasil
Consumidores ganham 16 novas usinas solares para o serviço de assinatura

Os consumidores brasileiros que buscam reduzir os gastos com a energia elétrica poderão usufruir do serviço de energia por assinatura que será gerado por 16 novas usinas solares. 

A implementação do projeto foi anunciada pelo grupo Gera Soluções, empresa brasileira de comercialização e geração de energia renovável. A previsão é que as usinas fiquem prontas até o final de 2021.

Os novos complexos fotovoltaicos serão construídos por empresas parceiras do grupo Gera nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais, que já possuem o serviço para pessoas jurídicas. 

“Com essa expansão para mais quatro estados para pessoa jurídica e mais solução para pessoa física em Minas Gerais, consolidamos essa solução com foco em levar para os consumidores uma opção de economia sem a necessidade de investimento próprio”, afirma Ramon Oliveira, diretor do Grupo Gera. 

Segundo o grupo, o objetivo das usinas é atender residências, comércios e indústrias locais que buscam redução de custo, aumento de competitividade e mais sustentabilidade.

O serviço de assinatura da Gera Soluções é destinado prioritariamente aos consumidores que gastam acima de R$ 300 por mês na conta de luz. Aderindo ao serviço, será concedido uma economia na conta de energia de até 20%, que varia conforme a tarifa de energia do estado.  

Giuliana Olivieri

Giuliana Olivieri

Atuou como produtora de programa de entrevista na Rádio Brasil Campinas, além de elaboração de reportagens diárias, edição de áudio e vídeo. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico, cobrindo a editoria de Mercado e Negócios. Graduanda em Jornalismo na PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.