6 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

Distribuidores de kits fotovoltaicos faturaram mais de R$ 7 bilhões em 2020

Levantamento da Greener apontou ainda que as empresas comercializaram 3,5 GWp

Autor: 12 de fevereiro de 2021fevereiro 1st, 2022Brasil
Distribuidores de kits fotovoltaicos faturaram mais de R$ 7 bilhões em 2020

A Greener estima que em 2021 a cadeia de distribuição fotovoltaica deverá atender um volume superior a 4,5 GW

De acordo com levantamento realizado pela Greener, empresa de consultoria e pesquisa, 3,5 GWp foi o volume comercializado em 2020 por 30 distribuidoras de equipamentos fotovoltaicos no Brasil. Já o faturamento destas empresas atingiu R$ 7,4 bilhões no período.

“Gostaria de destacar a pesquisa que fizemos de forma inédita na cadeia de distribuição de equipamentos, fundamental para o setor de GD (geração distribuída), pois fazem toda a logística internacional, a compra dos produtos, formatam os kits e os fornecem para o cliente final ou integrador”, disse Márcio Takata, diretor da Greener.

“Tal cadeia conta com mais de 100 empresas atuantes no Brasil. Entrevistamos as 30 principais, para ter um panorama do país. Percebemos uma importante relevância em termos de volume que o segmento tem, assim como um faturamento bastante expressivo”, relatou. 

Entre outros destaques indicados pela Greener estão o número de colaboradores dedicados à energia solar, que alcançou 1.984, e a média de integradores ativos dos distribuidores, que é de 39,8%. “Este dado consiste na razão entre o número de integradores que efetuou ao menos uma compra de kit e o número de integradores cadastrados na base dos distribuidores”, disse a consultoria.

“É um segmento que se mostra muito otimista para 2021 e com aceleração importante nas vendas de uma maneira geral”, acrescentou Takata. A Greener estima que em 2021 a cadeia de distribuição fotovoltaica deverá atender um volume superior a 4,5 GW.

“As restrições na cadeia produtiva dos módulos afeta a disponibilidade e o custo dos equipamentos no mercado mundial, e deverão ser sentidas no Brasil em 2021. O adequado balanço entre oferta e demanda serão fatores-chave para suportar o crescimento do setor”.

Outros dados

A pesquisa também apontou 45% dos kits que foram vendidos com financiamento bancário. Ademais, apesar do forte aumento do uso de canais digitais em 2020, os canais que mais geraram vendas para os integradores continuam sendo aqueles ligados ao relacionamento com os clientes (63,1%). 

Sobre a pesquisa

O levantamento da Greener foi realizado com 30 empresas no período de 3 de dezembro de 2020 a 19 de janeiro de 2021. O estudo contou com uma amostragem de empresas que juntas foram responsáveis pela importação de 57% dos equipamentos fotovoltaicos em 2020.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

2 comentários

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.