27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Exército aposta em energia solar em pelotão de selva

A expectativa dos militares é que a novidade torne a geração de energia mais barata e estável para a corporação

Autor: 12 de fevereiro de 2021Brasil
Exército aposta em energia solar em pelotão de selva

O Exército Brasileiro inaugurou no começo da semana passada uma planta de energia fotovoltaica no 5º PEF (Pelotão Especial de Fronteira), no município de Auaris (RO). 

A usina proverá energia elétrica ao local, que antes dependia do transporte aéreo de óleo diesel para o abastecimento dos seus geradores. 

A expectativa dos militares é que a novidade torne a geração de energia mais barata e estável para a corporação.

O projeto foi elaborado pelo 6º BEC (Batalhão de Engenharia de Construção), com acoplamento à corrente alternada. Trata-se de um sistema modularizado de armazenamento de energia, com 198 kW de potência instalada e capacidade de armazenamento de 248,4 kWh. 

A inauguração foi realizada no dia 2 de fevereiro durante uma solenidade. O evento contou com a presença do Comandante Militar da Amazônia, general de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, do Comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, general de Brigada Adriano Fructuoso da Costa, do Comandante do 2º Grupamento de Engenharia, general de Brigada Marcelo Pereira Lima de Carvalho e do tenente-coronel Carlos Evando dos Santos, Comandante do 6º BEC.

Henrique Hein

Henrique Hein

Atuou como repórter no jornal Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o setor de energia solar fotovoltaica, cobrindo as editorias de Mercado e Tendências; Negócios e Empresas; Cases e Bastidores da Política.

Um comentário

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.