19 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

EDP estuda locais para construção de mais cinco usinas solares no ES

Outros dois empreendimentos da empresa também já estão com obras em andamento no estado

Autor: 12 de setembro de 2022Notícias
2 minutos de leitura
EDP estuda locais para construção de mais cinco usinas solares no ES

Novos empreendimentos terão capacidade de geração de até 25,7 MWp. Foto: EDP/Divulgação

A EDP, por meio da EDP Smart – divisão que reúne o portfólio de soluções em energia da companhiaestuda locais para construção de cinco novas usinas fotovoltaicas no Estado do Espírito Santo. 

Estima-se que os empreendimentos terão uma capacidade de geração de até 25,7 MWp e que o investimento total das obras será de aproximadamente R$ 155 milhões. 

A iniciativa da EDP faz parte da estratégia da empresa de investir no setor fotovoltaico nacional. Somente no Espírito Santo, serão sete usinas solares entregues até o final de 2023. 

Além dessas cinco, outras duas já estão com obras em andamento no Estado, sendo uma em Mucurici e outra em Pinheiros. O investimento nestas duas usinas é de R$ 45 milhões, com perspectiva de geração de até 9,2 MWp. 

Investimentos da EDP

No último dia 30 de agosto, a EDP anunciou a venda da hidrelétrica de Mascarenhas, em Baixo Guandu, com o objetivo de reduzir a participação da fonte hídrica em seu parque gerador e investir em energia solar. 

A empresa tem como meta alcançar a marca de 1 GW de exposição à energia solar até 2025. Para dar suporte a esse investimento, a empresa já captou mais de R$ 1,9 bilhão junto ao mercado. 

A venda da hidrelétrica de Mascarenhas, avaliada em R$ 1,2 bilhão, também promete financiar, no futuro, outros projetos de energia limpa previstos no plano global da empresa, como projetos de geração eólica. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.