27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,82GW

Em dez anos, mais de 80% da eletricidade virá de renováveis

Mais de 80% da eletricidade gerada no Brasil será proveniente de renováveis.

Autor: 8 de outubro de 2020outubro 28th, 2020Brasil
Em dez anos, mais de 80% da eletricidade virá de renováveis

“O Brasil está trabalhando para a modernização do setor elétrico, reconhecendo que precisamos adotar as melhores tecnologias disponíveis, sem abrir mão da competitividade”. É o que afirmou Helvio Guerra, secretário adjunto de SPE (Planejamento e Desenvolvimento Energético), do MME (Ministério de Minas e Energia).

O secretário participou, nesta terça-feira (6), do webinário “ETP Special Report on Clean Energy Innovation”, que teve como tema principal o papel da inovação na transição energética limpa do Brasil. Ao longo do evento, Guerra destacou que o país trilha seu próprio caminho na direção de sua transição energética, especialmente por ter sempre privilegiado as fontes renováveis.

“O PDE 2029 (Plano Decenal de Expansão) aponta que, em dez anos, mais de 80% da eletricidade gerada no Brasil será proveniente de renováveis. E que além das hidrelétricas, há ainda a participação das eólicas com mais de 16%, das fotovoltaicas com mais de 8% e da biomassa com mais de 10%”.

“O nosso planejamento setorial, que se concretiza por meio do PDE e do PDN (Plano Nacional de Energia), evidencia que a participação das hidrelétricas e das demais renováveis continuará crescente”, acrescentou o secretário.

De acordo com ele, o Brasil possui alto percentual de energias renováveis em sua matriz, o que impõe uma grande responsabilidade de manter o país do futuro nesse mesmo patamar. “Aqui me refiro a sustentabilidade em seu sentido mais amplo, onde não basta gerar energia limpa. Temos que utilizá-la forma sustentável”.

Segundo Helvio Guerra, para que isso aconteça é preciso que haja uma mudança no comportamento dos próprios consumidores e que todos os governos continuem apoiando o desenvolvimento da tecnologia e da inovação.

PNE 2050 e inovação

Durante o webinário, ele também falou sobre planejamentos de mais longo prazo, a exemplo do PNE 2050, que indicia as tendências das diversas alternativas energéticas para os próximos 30 anos.

“O PNE pode ser considerado como o desenho de uma estratégia e como o mapeamento dos desafios que enxergamos à nossa frente, atendendo às demandas setoriais e sempre tendo em mente o desenvolvimento nacional”, afirmou.

O secretário comentou ainda que a inovação representa um papel primordial para trazer mais eficiência, redução de custos e aumento da produtividade, e que ela precisa servir à integração das fontes limpas como a eólica e a solar fotovoltaica”. “A inteligência artificial, por exemplo, pode contribuir para se obter mais eficiência dessas fontes, uma vez que são fontes não despacháveis”, concluiu.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.