Empresas anunciam plataforma de assinatura de energia solar em MG

Sou Vagalume oferece assinaturas de energia fotovoltaica sem burocracia e sem investimento em painéis solares
Empresas anunciam plataforma de assinatura de energia solar em MG
A estratégia é consolidar um portfólio com mais de 150 mil clientes até o final de 2022

A consultora de mercado Comerc Energia e a gestora Perfin Asset anunciaram nesta quarta-feira (24) a criação da Sou Vagalume, uma plataforma digital que permite a adesão de assinatura de energia solar sem burocracia e sem investimento em painéis solares.

A estratégia é consolidar um portfólio com mais de 150 mil clientes até o final de 2022. Para que a Sou Vagalume pudesse sair do papel foram investidos mais de R$ 750 milhões na construção de 34 usinas solares. 

“Começamos a operação por Minas Gerais, onde temos um grande volume de investimentos, mas queremos espalhar essa comunidade para todo o Brasil”, completou Josiane Palomino, CEO da plataforma.

A iniciativa apresentada é voltada para pequenos e médios consumidores comerciais e residenciais de Minas Gerais que têm interesse em aderir à energia solar, mas não preenchem os requisitos mínimos para migração ao mercado livre ou não contam com capital inicial suficiente para a instalação dos equipamentos.

Ao aderir às comunidades solares, o cliente da plataforma passa a consumir energia solar produzida em fazendas espalhadas por diversas cidades mineiras e, por meio da geração compartilhada, essa energia é distribuída através créditos na conta de luz dos consumidores. A assinatura da plataforma é similar a de um serviço de streaming: um processo 100% digital, sem necessidade de investimento inicial e sem fidelidade.

Previsões

De acordo com dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), este ano será ainda mais próspero para a energia solar.  Segundo estimativa da associação, a soma dos novos investimentos privados em geração distribuída e geração centralizada poderão ultrapassar de R$ 22,6 bilhões neste ano

Em 2020, o volume de investimentos atingiu o recorde de R$ 13 bilhões, um crescimento de 52% em oito anos, com geração de 86 mil novos empregos e mais de R$ 38 bilhões em negócios. O mercado solar fotovoltaico ainda proporcionou no ano passado mais de R$ 3,9 bi em arrecadação aos cofres públicos, um acréscimo superior a 50% em relação ao total arrecadado entre 2012 e 2019.

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal