22 de junho de 2021

Carrinho

Energia solar atrai cada vez mais consumidores que negociam no Mercado Livre

O mercado livre de energia segue crescendo mesmo em meio à pandemia

Autor: 22 de junho de 2020outubro 4th, 2020Brasil
Energia solar atrai cada vez mais consumidores que negociam no Mercado Livre

A energia solar vem atraindo cada vez mais a atenção de consumidores livres e especiais que negociam no ACL (Ambiente de Contratação Livre). Está é a análise de Bernardo Marangon, especialista em mercados de energia elétrica e diretor da Exata Energia.

“A Exata tem presença também no mercado livre e o que estamos vendo é uma escalada pelo interesse dos consumidores em projetos de energia fotovoltaica. Atendemos geradores e consumidores que gostariam de gerar sua própria energia, e o número de estudos e diagnósticos que temos feito aumentou consideravelmente. Acreditamos que este tipo de projeto fará cada vez mais sentido, dado que a tendência de queda do valor do investimento deve continuar”, explicou Marangon.

Segundo o especialista, esses consumidores podem se tornar autoprodutores de energia e obter benefícios na tarifa de distribuição. “O retorno de um sistema fotovoltaico no mercado livre tem sido, em alguns casos, comparável ao retorno de projetos de geração distribuída”, concluiu.

De acordo com a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica), entre janeiro e maio, 718 consumidores migraram para o ACL, sendo 668 especiais e 50 livres.

Mercado Livre de Energia

O mercado livre de energia segue crescendo mesmo em meio à pandemia. A CCEE registrou, até o final de maio, que 7.689 consumidores estavam habilitados a negociar energia, o que representa um crescimento de 23% em relação ao mesmo período de 2019.

A CCEE aponta ainda que, de dezembro a maio, houve aumento de 8% no número de agentes. Só no último mês, 140 agentes se associaram à CCEE, sendo 126 consumidores especiais e oito livres, além de dez novas comercializadoras e 26 usinas classificadas como produtores independentes de energia.

Considerando o percentual de migração por submercado, o Sudeste/Centro-Oeste registrou 59% das adesões. Atualmente, estão em andamento 1.019 processos de adesão à CCEE, sendo 765 de novos consumidores especiais.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar