29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Energia solar deve superar 45 GW de capacidade instalada em 2024

Projeção da ABSOLAR avalia que a fonte também deve trazer R$ 38,9 bilhões em investimentos no próximo ano

Autor: 5 de dezembro de 2023Brasil
2 minutos de leitura
Energia solar deve superar 45 GW de capacidade instalada em 2024

Parque solar São Gonçalo, no Piauí. Foto: Divulgação/Enel

A energia solar deverá atrair R$ 38,9 bilhões em novos investimentos no Brasil em 2024, somando as usinas de grande porte e os pequenos e médio sistemas em telhados, fachadas e terrenos, segundo projeção da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

De acordo com a avaliação da entidade, a energia solar também deverá gerar mais de 281,6 mil novos empregos ao longo do próximo ano, espalhados por todas as regiões do Brasil, além de proporcionar uma arrecadação extra de mais de R$ 11,7 bilhões aos cofres públicos.

Pela projeção, em 2024, serão adicionados mais de 9,3 GW de potência instalada no país, chegando a um total de mais de 45 GW, o representaria um crescimento de mais de 25% sobre a potência solar atual do Brasil, que hoje está um pouco acima dos 36 GW.

Do total acumulado para o final de 2024, cerca de 31 GW devem ser provenientes de sistemas de GD (geração distribuída), que representarão 68% do total acumulado da fonte, enquanto que mais de 14 GW estarão em usinas de GC (geração centralizada), que representarão 32% do total acumulado, conforme ilustra a imagem abaixo:

Em 2024, serão adicionados mais de 9,3 GW de potência instalada no país

Em 2024, serão adicionados mais de 9,3 GW de potência instalada no país. Fonte: ABSOLAR/Divulgação

Para o presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR, Ronaldo Koloszuk, a fonte solar é uma alavanca para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do país, com geração de emprego e renda, atração de investimentos, diversificação da matriz elétrica e benefícios sistêmicos para todos os cidadãos.

“A tecnologia fotovoltaica tem se popularizado cada vez no país, atingindo todas as classes de consumo e provocando um efeito multiplicador positivo na sociedade”, comentou ele.

Já o CEO da ABSOLAR, Rodrigo Sauaia, avalia que o Brasil caminha para se tornar uma grande liderança mundial no setor fotovoltaico, cada vez mais estratégico no mundo.

“O crescimento da energia solar fortalece a sustentabilidade, aliviou o orçamento das famílias e amplia a competitividade dos setores produtivos brasileiros, fatores cruciais para alavancar a economia nacional e para o cumprimento dos compromissos ambientais assumidos pelo país”, disse.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.