23 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,6GW

Engenheiros terão acesso ilimitado à visualização das normas ABNT

Profissionais registrados com Sistema Confea/Crea e Mútua tinham antes 60 minutos para pré-acessar normas

Autor: 4 de março de 2024Brasil
2 minutos de leitura
Engenheiros terão acesso ilimitado à visualização das normas ABNT

Confea e ABNT firmam acordo para que o tempo seja ilimitado a partir de agora. Foto: Confea/Reprodução

Se antes os profissionais registrados e adimplentes com o Sistema Confea/Crea e Mútua tinham até 60 minutos para poderem pré-acessar as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), agora esse prazo já não existe mais. 

Isso porque as entidades firmaram um acordo, na última quarta-feira (28), para que o tempo seja ilimitado a partir de agora. O acordo abrangerá também as normas da AMN (Associação Mercosul de Normalização). 

“Essa é uma parceria que, se iniciada no Confea e na ABNT, chega direto na ponta, beneficia por completo o profissional. O engenheiro que está no campo anda com a norma ABNT embaixo do braço e, nessas horas, ele se lembra que o Confea está aqui para ser parceiro dele”, disse o presidente do Confea, Vinicius Marchese. 

Em 2023, o site da ABNT contabilizou 242.193 horas de pré-visualização de normas. Foi um aumento de 544% em relação a 2022.

Para quem quiser ir além da pré-visualização e ter acesso à norma para impressão, a aquisição das normas tem desconto de 66,6% para profissionais que estão adimplentes com o Crea. Eles também têm direito a adquirir cursos da ABNT com 50% de desconto.

O site do convênio pode ser acessado clicando aqui.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Um comentário

  • Rafael Bueno de Gouvêa disse:

    Acho um absurdo normas técnicas, nas quais vc é OBRIGADO a seguir, não serem disponibilizadas de maneira pública e gratuita.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.