Evento debate desdobramentos da 14.300 e capacitação no setor FV

Encontro, realizado pela BelEnergy, contou ainda com uma visita ao CD da empresa em Itupeva (SP)
22-03-23-canal-solar-Evento debate desdobramentos da 14.300 e capacitação no setor FV
Leonardo Tega, diretor comercial da BelEnergy, durante o BelEnergy Innovation Day. Foto: Canal Solar

A BelEnergy promoveu, em parceria com a Deye, na última quarta-feira (15) em Campinas (SP), a segunda edição do BelEnergy Innovation Day. O encontro contou com cerca de 280 pessoas que acompanharam palestras sobre as perspectivas para o mercado de energia solar e as tendências tecnológicas.

Entre os temas debatidos, estavam a Lei 14.300 e seus desdobramentos , estruturas de fixação, a importância da capacitação no setor fotovoltaico, bem como inversores, cabos elétricos e conectores nos sistemas.

A engenheira Vanessa Martins, especialista em regulação, foi uma das palestrantes e discorreu, por exemplo, sobre a cobrança tripla, trazendo cenários comparativos, e quem pode ser Optante BT.

Vanessa Martins ministrou palestra sobre a Lei 14.300. Foto: Canal Solar
Vanessa Martins ministrou palestra sobre a Lei 14.300. Foto: Canal Solar

O tema, inclusive, era um dos principais pontos de interesse dos integradores presentes. “Achei muito interessante, principalmente pelas novidades referentes aos inversores híbridos da Huawei e pelas atualizações da Lei 14.300”, disse Edgar Arana, CEO da ARANATECH Engenharia.

“Foi bem instrutivo. Acho que a maior dúvida de todos aqui era sobre a Lei 14.300. Ou seja, as palestras ajudaram bastante para agregar conhecimento”, apontou Ridalvo Franco, proprietário da Mega Soluções Inteligentes.

Segue, abaixo, a entrevista feita com Vanessa.

Estruturas de fixação e inversores

Péricles Silva, gerente técnico da BelEnergy, também esteve presente no evento e comentou sobre a principal linha de estrutura comercializada pela distribuidora que é a linha para telhados, que se subdivide em três tipos de suportes: telha cerâmica, metálica e de fibrocimento.

Já Leandro Beato, diretor da Unidade de Negócios de Distribuição da HDT Energy, representante exclusivo Huawei na América Latina, apresentou o portfólio da fabricante, bem como comentou sobre as vantagens dos otimizadores e os inversores com tecnologia de Curva I-V, que contribui para melhor eficiência de O&M (Operação e Manutenção).

Capacitação no setor

Referente à capacitação no segmento fotovoltaico, Bruno Kikumoto, diretor do Canal Solar, foi um dos convidados e comentou sobre como conquistar a confiança dos clientes e como reter bons profissionais na companhia.

“As leis mudam muito rapidamente. Às vezes, uma vantagem tributária pode fazer a diferença na empresa, pode ajudar a ser mais competitiva. Com a capacitação, por exemplo, você pode negociar serviços”, enfatizou.

“Precisamos investir um tempo para dominar os fatores que mais impactam o negócio de vocês para conseguir entregar aquilo que o consumidor espera. A capacitação não é custo, é investimento”, finalizou Kikumoto.

Bruno Kikumoto destacou a importância da qualificação no mercado fotovoltaico. Foto: Canal Solar
Bruno Kikumoto destacou a importância da qualificação no mercado fotovoltaico. Foto: Canal Solar

Leonardo Tega, diretor comercial da BelEnergy, e Thiago Gomes, diretor da Deye, também destacaram a importância da qualificação dos profissionais no mercado, que foi justamente um dos objetivos do evento.

De acordo com Tega, a distribuidora ainda promoverá pelo Brasil cerca de 10 encontros ao longo do ano, visando treinamentos para capacitar cada vez mais os integradores e parceiros. Confira, abaixo, as entrevistas realizadas com ambos os executivos.

Visita ao CD da BelEnergy

Durante o BelEnergy Innovation Day, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer o CD (centro de distribuição) da companhia em Itupeva (SP). O empreendimento é localizado próximo ao Aeroporto de Viracopos, e foi pensado para contemplar os processos de separação e expedição dos pedidos.

“Esse é um ponto super positivo do nosso CD em Itupeva, pois está próximo não só ao aeroporto, como também às duas principais linhas de acesso à São Paulo e ao restante do Brasil, que é a Anhanguera e a rodovia dos Bandeirantes.

“Portanto, é uma localização privilegiada, é de fácil acesso e isso acaba agilizando nossa parte logística, tanto para receber os produtos quanto para enviá-los”, pontuou Silva.

Confira no vídeo, abaixo, como foi a visita ao centro de distribuição e a entrevista feita com o gerente técnico da BelEnergy.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal