Expansão do setor elétrico acumula 3,4 GW até setembro

De acordo com dados da ANEEL, o Brasil acumula uma expansão de 3.389,07 MW em potência instalada em 2020
Expansão do setor elétrico acumula 3,4 GW até setembro

De acordo com dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), o Brasil acumula uma expansão de 3.389,07 MW em potência instalada em 2020. Até metade de setembro, 99 usinas foram incorporadas ao setor elétrico.

O maior volume foi verificado no mês de março, com 1,6 GW em capacidade. Já fevereiro teve o maior número de usinas implantadas, com 30 centrais.

Desde abril, com o início das medidas de enfrentamento à pandemia da Covid-19, foram incorporadas 59 plantas, que somaram 1,3 GW. Em setembro, foi registrado o segundo menor volume autorizado, com 103,14 MW, ficando atrás apenas de janeiro que registrou seis usinas e 42,52 MW de capacidade.

Segundo a ANEEL, a fonte que mais contribuiu para o aumento da potência instalada no Brasil foi a térmica, com 49 usinas e 1,9 GW instalados. Em segundo lugar, vem a eólica, com 25 parques e 763,47 MW adicionados, e em seguida vem a solar fotovoltaica, com 14 plantas e 532,41 MW.

Para 2020, a agência reguladora estima ainda 1,4 GW em novas usinas. Se confirmada essa expectativa o ano terminará com 4.752 MW de nova capacidade.

De acordo com ANEEL, mais de 34 GW de usinas novas devem entrar em operação no país ao longo dos próximos anos. Os maiores volumes são esperados para 2022, com 12,4 GW e em 2021, com 7,5 GW. Por fonte, a solar está na liderança com 12,8 GW, seguida da eólica com 10,2 GW.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal