21 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,80GW

Financiamentos impulsionam instalações de sistemas de energia solar

A alta das solicitações de linhas de créditos é impulsionada pela alta na conta de luz e pela baixa nos preços dos equipamentos

Autor: 8 de dezembro de 2021Brasil
Financiamentos impulsionam instalações de sistemas de energia solar

Foto: Solar Energy do Brasil

A alta no custo da energia elétrica tem aumentado cada vez mais a busca por linhas de financiamento para instalação de sistemas fotovoltaicos.

Segundo mapeamento realizado pelo Canal Solar, com base nos dados do Santander, a procura por crédito para projetos fotovoltaicos aumentou mais de 80% em 2021, em relação ao ano passado.

De janeiro a outubro deste ano, o banco já concedeu mais de R$ 4 bilhões para o financiamento de projetos  fotovoltaicos. De acordo com a instituição, este montante é maior que o crédito concedido em todo ano de 2020. 

“O aumento das buscas neste ano se deu de maneira ainda mais intensa entre pessoas físicas, com quatro vezes mais demanda do que no ano passado entre clientes interessados na troca da conta de energia convencional pela parcela do financiamento”, ressalta Fábio Mascarin, superintendente de Estratégia de Negócios da Santander Financiamentos.

Para o executivo, a alta no número de crédito concedido pelo Santander está sendo impulsionado por diversos fatores. “A busca por energia sustentável se dá pela maior divulgação no mercado dos benefícios dessa nova forma de geração, pela democratização do crédito e barateamento dos equipamentos”, enfatizou.

“Contudo, em 2021, de forma mais intensa que nos outros anos, o aumento recorrente da energia padrão vem sendo um grande incentivo para os que querem reduzir o custo de energia no longo prazo, além de em muitos casos, o financiamento já estar mais barato que a conta mensal”, acrescenta.

Setor solar atrai mais bancos

Recentemente, a Caixa Econômica Federal lançou a “CAIXA Energia Renovável para pessoas físicas” – linha de crédito voltada para pessoas físicas financiarem a instalação de sistemas de energia solar fotovoltaica em residências.

O crédito terá taxas a partir de 1,17%, permitirá o financiamento de até 100% do projeto de implementação, terá carência de até seis meses para o pagamento da primeira parcela e o prazo para o seu pagamento será de 60 meses. 

“Sabemos que o mercado de energia solar cresce exponencialmente a cada ano. As linhas de créditos trouxeram para os clientes de classes mais baixas trocarem suas economias nas contas de luz e pagar as parcelas do financiamento. Esse novo financiamento da Caixa Econômica Federal vai viabilizar ainda mais os financiamentos para todas as classes A,B,C e D”, comenta Artur Cantador Bernardo, diretor comercial da Dinâmica Energia Solar.

“Normalmente, os consumidores procuram um crédito que encaixe a economia gerada com a energia solar e as parcelas do financiamento, para não onerar as despesas mensais, ou seja, substituindo a economia com a parcela do financiamento. Taxas finais atrativas, tempo de carência para começar a pagar e o prazo de pagamento são os pontos que os clientes devem se atentar”, conclui.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Um comentário

  • LUCIANO CARLOS DE ARAUJO disse:

    Olá boa tarde tudo bem…abri uma empresa de sistemas solares com um amigo…mais estamos com dificuldades de fazer financiamento para nossos clientes…vcs poderiam nos ajudar?

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.