4 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

GC solar poderá gerar mais de R$ 90 bi em investimentos até 2026

Dados foram apresentados pela ABSOLAR ao ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, em Brasília (DF)

Autor: 24 de abril de 2023Brasil
2 minutos de leitura
GC solar poderá gerar mais de R$ 90 bi em investimentos até 2026

Energia solar centralizada também poderá gerar mais de 570 mil empregos em três anos no Brasil. Foto: Freepik

Empreendimentos de energia solar de geração centralizada devem gerar mais de R$ 90 bilhões em investimentos e mais 570 mil empregos no Brasil até 2026. É o que apontam dados apresentados pela ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) ao ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

Em reunião realizada com o chefe da Pasta na semana passada, a associação defendeu que a geração fotovoltaica por meio das grandes usinas também será uma peça chave para a produção de hidrogênio verde, uma vez que se trata da fonte renovável mais competitiva do mercado.

Durante o encontro, a ABSOLAR destacou ainda que as usinas de micro e minigeração distribuída também poderão trazer mais de R$ 86,2 bilhões em benefícios para a sociedade brasileira até 2031, ajudando a baratear a conta de luz dos consumidores em pelo menos 5,6% no período.

Outro tema abordado na conversa com o ministro foi a utilização da energia solar em programas sociais do Governo Federal, como o Programa Minha Casa Minha Vida e o Programa Luz para Todos.

Também foram discutidas estratégias para intensificar a transição energética e a descarbonização da Amazônia, utilizando sistemas de energia solar com baterias para levar eletricidade às regiões de difícil acesso.

Lideranças da ABSOLAR em reunião com o ministro Alexandre Silveira. Foto: ABSOLAR

Na visão de Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR, o fortalecimento de políticas públicas que promovam a transição energética no Brasil contribuirão para posicionar o país como uma liderança no combate às mudanças climáticas e na oferta de produtos e serviços sustentáveis ao mundo.

“A reunião foi muito produtiva e motivadora, pois identificamos várias oportunidades de sinergia e espaços de trabalho colaborativo e construtivo. Passamos a mensagem de que o setor solar está preparado para contribuir, de forma decisiva, com a redução das emissões de gases de efeito estufa nas matrizes elétrica e energética do Brasil”, disse ele.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.