GD solar atinge 29 GW e supera R$ 142,5 bilhões investidos

Levantamento da ABSOLAR aponta que desde 2012 a GD solar já gerou mais de 870 mil empregos
GD solar atinge 29 GW e supera R$ 142,5 bilhões investidos no Brasil
Segundo dados da ABSOLAR, o Brasil conta com mais de 2,6 milhões de sistemas em GD. Foto: Freepik/Reprodução

O Brasil ultrapassou a marca de 29 GW de capacidade instalada no segmento de GD (geração distribuída) da fonte solar, segundo dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

De acordo com o levantamento da entidade, atualmente o Brasil possui mais de 2,6 milhões de sistemas fotovoltaicos instalados em GD. Essas instalações atendem mais de 3,7 milhões de UCs (unidades consumidoras) em todo o país.

Segundo a ABSOLAR, foram cerca de R$ 142,5 bilhões em novos investimentos desde 2012. Esses investimentos já geraram mais de 870 mil empregos verdes em todo o território nacional, além de arrecadar mais de R$ 42,3 bilhões aos cofres públicos.

A tecnologia solar fotovoltaica está presente em 5.545 dos 5.568 municípios brasileiros, cerca de 99,5% de todo o Brasil.

Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR, afirma que o crescimento da geração própria de energia solar é sinal claro da popularização da tecnologia no território nacional. 

“Analistas de mercado apontam que, apenas em 2023, os painéis solares registraram queda de cerca de 50% no preço médio final, ampliando a atratividade e o acesso por consumidores brasileiros de diferentes perfis”.

“Portanto, trata-se do melhor momento para se investir em sistemas solares em residências, empresas e propriedades rurais. E ainda há um enorme potencial de crescimento do uso da tecnologia fotovoltaica, já que o Brasil possui cerca de 92,4 milhões de unidades consumidoras de energia elétrica no mercado cativo”, completou.

Já Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR, aponta que o crescimento da GD solar amplia o protagonismo do Brasil no cenário global da transição energética. “A tecnologia fotovoltaica também fortalece a sustentabilidade, alivia o orçamento das famílias e eleva a competitividade dos setores produtivos brasileiros”, esclarece.

“Ao aproximar a geração de eletricidade dos locais de consumo, a geração própria solar reduz o uso da infraestrutura de transmissão, aliviando pressões sobre sua operação e diminuindo perdas em longas distâncias, o que contribui para a confiabilidade e a segurança em momentos críticos”, conclui Sauaia.

GD pelo Brasil

De acordo com dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), atualmente a região com maior potência instalada no segmento é a Sudeste, com mais de 9,62 GW instalados. Logo em seguida vem a região Sul, com 6,97 GW, e o Nordeste, com 5,78 GW.

Dentre os estados, São Paulo lidera com mais de 4 GW de potência instalada, enquanto Minas Gerais (3,79 GW) e o Rio Grande do Sul (2,77 GW) fecham o Top 3.

Governo publicou diretrizes para valoração da GD

Na última terça-feira (7) o CNPE (Conselho Nacional de Política Energética) publicou as diretrizes para valoração dos custos e dos benefícios da GD ao sistema elétrico, conforme publicou o Canal Solar

Tais diretrizes atendem a uma determinação da Lei nº 14.300/2022, que estabelece que todos os benefícios da GD sejam corretamente identificados, calculados e incorporados no segmento.Segundo a ABSOLAR, as diretrizes para valoração dos custos e benefícios da GD sinalizam à ANEEL a necessidade da criação de um mecanismo de tarifação justa e transparente aos brasileiro.

Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Frederico Tapia
Frederico Tapia
Estudante de jornalismo pela UNESP do campus de Bauru. Possui experiência em produção de matérias jornalísticas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal