6 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

GD Solar já conta com 1 milhão de sistemas instalados no Brasil

Desse montante, mais de 463 mil foram conectados à rede de distribuição nos últimos 12 meses

Autor: 19 de maio de 2022junho 2nd, 2022Indicadores
GD Solar já conta com 1 milhão de sistemas instalados no Brasil

Atualmente, São Paulo é o estado com maior número de sistemas de energia solar. Foto: Pexels.

A energia solar vem se consolidando cada vez mais como uma das principais fontes de geração do Brasil. Neste mês, a modalidade atingiu mais uma marca simbólica no país: a de 1 milhão de sistemas instalados no segmento de micro e minigeração distribuída, segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). 

Atualmente, entre as renováveis, a solar é a que mais cresce no país e, um exemplo disso, é justamente a quantidade de instalações que vêm sendo contabilizadas: mais de 463 mil nos últimos 12 meses, quase metade dos números atuais, segundo à ANEEL. 

Somente nos primeiros cinco meses de 2022, foram pouco mais de 171 mil sistemas conectados à rede de distribuição – um volume 30% maior do que em relação aos cerca de 132 mil sistemas registrados no mesmo período de 2021.  

Atualmente, São Paulo é o estado com maior número e sistemas de energia solar, com mais de 163,6 mil, seguido por Minas Gerais (158,3 mil) e Rio Grande do Sul (134,5 mil). As demais localidades contam com menos de 52 mil conexões cada. 

Entre as classes de consumo, a residencial é disparada a que tem o maior número de sistemas: 778,2 mil. Na média, para cada 100 instalações, ao menos 77 pertencem à modalidade.

Na sequência, aparecem os sistemas fotovoltaicos instalados em estabelecimentos comerciais (123,7 mil), propriedades rurais (77,1 mil), indústrias (18,7 mil) e de responsabilidade do poder público (2,8 mil). 

Previsões otimistas

No começo deste mês, um estudo internacional publicado em Munique, na Alemanha, apontou que a energia solar já ultrapassa a marca de 1 TW de potência instalada em todo o mundo. 

Segundo o “Global Market Outlook for Solar Power 2022-2026”, principal relatório de mercado do setor solar fotovoltaico mundial, o Brasil, país líder em energia solar na América Latina, deve se tornar um dos principais mercados do globo nos próximos anos, podendo atingir 54 gigawatts (GW) de capacidade solar total até 2026.

O relatório anual aponta que, apesar dos impactos sem precedentes causados pela pandemia de Covid-19 no mundo, a capacidade instalada da fonte mais que dobrou no planeta nos últimos três anos. 

Segundo o relatório, em até quatro anos a solar possivelmente ultrapassará a marca de 2 TW, o que representará o dobro da capacidade de geração de eletricidade da França e da Alemanha somadas.

“Desde 2012, o setor solar trouxe ao país mais de R$ 82,1 bilhões de investimentos e mais de 459 mil novos empregos acumulados, além de ter evitado a emissão de 22 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade. Isso é apenas o começo, dado que esta tecnologia limpa, sustentável e acessível ainda tem um imenso potencial para avançar no Brasil”, explica Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). 

Henrique Hein

Henrique Hein

Atuou como repórter no jornal Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o setor de energia solar fotovoltaica, cobrindo as editorias de Mercado e Tendências; Negócios e Empresas; Cases e Bastidores da Política.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.