Governo assina contrato que levará energia elétrica para 10 mil famílias no Pará

O contrato foi assinado nesta sexta-feira (9) pelo presidente Jair Bolsonaro, e o Ministro de Minas e Energia
Governo assina contrato que levará energia elétrica para 10 mil famílias no Pará

Mais de 10 mil famílias de comunidades das áreas remotas do Marajó (PA) serão atendidas pelo Programa Mais Luz para Amazônia nos próximos dois anos.

O contrato foi assinado nesta sexta-feira (9) pelo presidente Jair Bolsonaro, o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e a Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

A Equatorial Pará, distribuidora de energia do Estado – que vem prestando serviços, interligando Marajó, com investimentos de quase R$ 400 milhões – poderá, a partir de agora, dar início aos projetos, obras e serviços para instalação dos sistemas de geração distribuída fotovoltaica para a população marajoara que ainda não possui acesso à eletricidade e está distante das redes de distribuição.

De acordo com o MME (Ministério de Minas e Energia), a energia possibilitará o fomento de atividades voltadas para o aumento da renda familiar, o uso sustentável dos recursos naturais da região, preservação ambiental, fixação e a inclusão das comunidades tradicionais.

“Estamos honrados em participar deste momento, pois temos o papel de levar energia para possibilitar o crescimento do Estado. E o Mais Luz para a Amazônia, que iniciará no Pará, vai atender milhares de famílias localizadas em áreas remotas. Sem dúvidas, será mais um marco importante e que nos trará ainda mais satisfação em contribuir de forma assertiva para o desenvolvimento”, destacou Augusto Miranda, presidente do Grupo Equatorial Energia.

No total, o programa vai atender mais de 350 mil pessoas e cerca de 82 mil ligações serão realizadas na região Norte do país, com investimentos de mais de R$ 3 bilhões.

O MEE ressaltou ainda que, a partir da instalação da energia elétrica, as comunidades poderão receber as demais políticas públicas, como a construção de postos de saúde, escolas e outras ações.

Em setembro, conforme noticiado pelo Canal Solar, o MME e a Equatorial Pará assinaram o primeiro termo de compromisso para a implementação do programa.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal