Dezembro 14, 2019

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha

Crazy Aldo: entrevistamos um dos empresários de maior sucesso do setor solar no Brasil

Redação do Canal Solar, 23/05/2019

Inauguramos hoje a seção de entrevistas do Canal Solar. Neste novo espaço vamos apresentar entrevistas com grandes influenciadores do mercado de energia solar fotovoltaica no Brasil. Não poderíamos começar de um jeito melhor!

Diariamente recebemos questionamentos de profissionais e empresas sobre os mais variados assuntos relacionados ao setor fotovoltaico. Um dos assuntos mais recebidos por nossa equipe é “como ter sucesso no mercado fotovoltaico em meio a todas as dificuldades?”. No intuito de nortear nossos leitores, entrevistamos uma das referências em qualidade e integridade do setor, Aldo Pereira Teixeira, presidente da ALDO. Nossa equipe viajou até Maringá-PR para conhecer este homem simples e cheio de vitalidade, que nos recebeu de forma calorosa para um bate-papo muito descontraído.

Aldo começou sua trajetória em 1980, oferecendo peças e componentes para o conserto de rádios, toca discos e televisores em sua Kombi, o veículo-depósito-loja que circulava pelas estradas do Paraná. No início dos anos 2000, passou também a distribuir produtos de tecnologia da informação e não demorou para que  se transformasse em um dos maiores distribuidores de equipamentos de TI no Brasil. Em 2016 tomou a decisão de entrar para o mercado fotovoltaico, atuando na etapa da cadeia em que é especialista: distribuição de equipamentos e insumos. Em meio às concorrências (leais e desleais), a ALDO se tornou a maior distribuidora de equipamentos do setor, batendo todas as metas estabelecidas, tendo fechado o ano de 2018 com um faturamento de R$ 580 milhões.

"Como em tudo na vida, é preciso estabelecer metas e seguir firme o planejamento e estratégia definidos, mesmo que em alguns momentos você veja os outros te ultrapassando. O importante é chegar ao objetivo traçado e cruzar a linha de chegada", diz o empresário e maratonista nas horas vagas, que gentilmente nos recebeu e concedeu uma entrevista. 

Aldo e sua empresa ALDO parecem estar sempre à frente do nosso tempo -- uma mostra de que o sucesso não vem por acaso. Do aeroporto até a sede da ALDO nossa equipe fez uma confortável e silenciosa viagem em um carro elétrico. A energia que alimenta o carro é fornecida por um eletroposto abastecido por painéis solares, uma das primeiras coisas que o visitante vê ao chegar. 

Quem visita as instalações da ALDO em Maringá se depara com um prédio azul de proporções gigantescas e aparência futurista. No interior do prédio, tudo impressiona: a organização da central de atendimento aos clientes, os servidores de informática que sustentam o comércio eletrônico, o estoque gigantesco de painéis solares e até o delicioso almoço que nos foi servido no refeitório -- tudo parece ser feito para que o visitante tenha vontade de retornar muitas vezes.  

Fomos recebidos calorosamente pelo próprio Sr. Aldo, que nos conduziu por uma visita a todas as instalações da empresa e depois nos convidou para uma conversa que durou muitas horas. Os assuntos eram intermináveis e não caberiam em uma única matéria. Apenas um dia é pouco para conversar com o Sr. Aldo. São muitas histórias e muitas informações de uma trajetória de vida que se mistura com a trajetória de sua empresa. 

O antigo bordão "Loucuras do Aldo", que remonta às origens da empresa, deu lugar ao moderno Crazy Aldo. Tudo na sua empresa é "crazy" e por toda parte enxergamos essa palavra. Segundo nos disse o fundador da ALDO, "é preciso ser um pouco louco no que a gente faz se a gente quiser fazer diferente e melhor".

A seguir vamos mostrar um pouco do que conseguimos aprender com esse grande empresário, que é líder de uma das maiores distribuidoras de equipamentos solares do Brasil. 

Entrevista com Crazy Aldo

A ALDO já tinha uma atuação forte no mercado de componentes e equipamentos de informática. Como foi sua decisão de entrar no mercado de energia solar?

A sustentabilidade sempre esteve no DNA da empresa, tanto que participamos ativamente do PNRS – Programa Nacional de Resíduos Sólidos por meio do ALDO Crazy Recicla. Vislumbrei uma grande oportunidade de empregar esta crença no crescente mercado de energia solar. Em 2018, pela primeira vez, o negócio relacionado a energia solar, introduzido há apenas três anos, foi o maior em faturamento dentro da empresa. Isso demonstra que estamos no caminho certo.

Como foi que a ALDO tornou-se um dos maiores distribuidores de produtos fotovoltaicos do Brasil?

Estudando profundamente o mercado, trazendo as melhores soluções e equipamentos e estabelecendo parceria com os maiores players nacionais e internacionais. Importante também ressaltar que o fato da ALDO negociar diretamente com os fabricantes faz com quem os preços sejam realmente muito mais competitivos do que os oferecidos pelo mercado. Também acreditamos em crescer e fazer os clientes crescerem junto.

Como você vê o futuro da energia solar no Brasil?

De acordo com a ANEEL, até 2024, cerca de 1,2 milhão de geradores de energia solar ou mais deverão ser instalados em casas e empresas em todo o Brasil, representando 15% da matriz energética brasileira e até o ano 2030 o mercado de energia fotovoltaica deverá movimentar cerca de R$ 100 bilhões.
A energia solar fotovoltaica continuará se tornando cada vez mais competitiva, ainda que por enquanto represente um pequeno percentual dentro da matriz energética do Brasil. Alguns acreditam que as transformações no mercado de energia ao longo da próxima década serão mais impactantes do que a internet. E este fato abre milhões de possibilidades, pois é um mercado em franco crescimento, trazendo oportunidades para todo o mercado e, em especial, para o país como um todo.

Como se posicionar e se diferenciar no mercado solar brasileiro?
Com o compromisso de sermos um hub dos maiores fabricantes mundiais e garantir disponibilidade total e entrega rápida de equipamentos de energia solar aos nossos clientes, com preços competitivos e a certeza de comercializarmos os melhores equipamentos do mercado.

Como você lida com os concorrentes que não valorizam a qualidade em seus produtos e serviços?

A ALDO é atualmente a empresa brasileira com a maior disponibilidade de equipamentos, com um total de mais de cinco mil diferentes geradores de energia solar. Além disso, temos uma visão de mercado totalmente voltada para a distribuição com foco na autonomia dos revendedores e instaladores no momento dos pedidos, na pronta entrega, eficiência logística e pelo fato de comercializarmos geradores de energia solar (painéis, inversores e todos os demais insumos) para a instalação facilitando o dia a dia das revendas, além é claro da obtenção dos benefícios fiscais quando adquiridos dessa maneira. A máxima: 1 gerador faturado a cada 4 minutos é realidade na Aldo desde o ano passado. Em seu depósito com cerca de 8.000 m2, a ALDO dispõe 75 mil painéis solares em armazenamento verticalizado.

Como lidar com as incertezas no meio político-econômico do país?

A performance da ALDO nos últimos cinco anos foi desenhada em janeiro de 2014, em um momento de pré-crise, reorganizamos a companhia, mudamos muito nossa base de clientes e preparamos algumas iniciativas de vendas. Estamos otimistas com as mudanças e o momento econômico do país e pretendemos crescer 35% este ano.

Como devem ser estabelecidas as metas de uma empresa?

As metas de uma empresa devem estar alicerçadas em estudos de mercado, análises e muita preparação. É o caso do planejamento estratégico que desenhamos há cinco anos e agora colhemos os frutos. As metas estabelecidas, desde o início do negócio, continuam norteando os rumos da ALDO e toda equipe trabalha unida para chegar para chegar ao objetivo proposto.

Quais as maneiras para manter funcionários e colaboradores focados no atingimento das metas?

Com as metas estabelecidas, todos na empresa sabem onde precisamos chegar e todos participam. Um colaborador cobra o outro por eficiência e resultado. No ano passado crescemos 40% em comparação com o ano anterior, gerando uma PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) de cerca de oito folhas de pagamentos aos funcionários.

Se pudesse começar de novo, o que faria diferente?

Eu tinha uma vontade imensa de vencer, desde os tempos da distribuição na Kombi da ALDO. Tudo o que fiz e as metas que coloquei foram pela minha família. Faria tudo exatamente igual. É uma alegria ter chegado até aqui.

O que você aconselharia aos empreendedores que querem fazer a diferença no mercado solar fotovoltaico?

Ser empreendedor no Brasil vale a pena. Basta estabelecer metas e colocar foco naquilo que se propõe a fazer. Além disso, acreditar genuinamente que a energia solar fará diferença no futuro do país e no futuro das próximas geração, gerando milhares de oportunidades.

Qual mensagem o senhor gostaria de transmitir para os leitores do Canal Solar?

Gostaria de reforçar minha paixão pela Energia Solar, o compromisso da ALDO com a inovação, visando um Brasil que dá exemplo por meio de uma matriz energética baseada em fontes limpas e renováveis, tendo o sol como maior parceiro e a sustentabilidade como lema, com qualidade, comprometimento, responsabilidade social e incentivando o desenvolvimento sustentável e tecnológico.

 

Aldo Pereira Teixeira, à direita, com o diretor executivo do Canal Solar, Bruno Kikumoto.


Publicidade:

Seja um parceiro do Canal Solar. Fale conosco:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

 

Rate this item
(2 votes)
Last modified on Terça, 02 Julho 2019 00:51
Canal Solar

Redação do Canal Solar

© 2019 Canal Solar