27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Integradores relatam prejuízos com demora na entrega de equipamentos

A demora e, consequentemente, a não entrega dos kits fotovoltaicos é um problema que vem ocorrendo no setor

Autor: 8 de fevereiro de 2022Brasil
Integradores relatam prejuízos com demora na entrega de equipamentos

Busca por kits geradores de energia solar segue crescendo no Brasil. Foto: Envato Elements.

Projeções da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) apontam que o Brasil deverá encerrar 2022 com quase 25 GW de capacidade instalada em energia solar. Isso representaria uma alta de mais de 91,7% em relação aos números atuais do país, que hoje tem pouco mais de 13 GW.

O mercado segue crescendo, e a medida que isso acontece, cada vez mais distribuidoras estão surgindo oferecendo soluções de energia para os clientes. Em meio a este cenário, é preciso se atentar com relação às empresas para não cair em golpes e obter prejuízos financeiros.

A demora e, consequentemente, a não entrega de equipamentos fotovoltaicos é um problema que vem aparecendo no setor. Como aconteceu com a empresa integradora Extintech, localizada no Pará. A companhia realizou a compra de um kit gerador de energia solar para um cliente no dia 25 de novembro de 2021 e até hoje não recebeu os produtos.

“A Sun Flower deu a previsão de entregar os equipamentos em 16 dias úteis. Tal fato, até o presente momento, não aconteceu. Entramos em contato inúmeras vezes, via número de WhatsApp, com o proprietário da empresa e não conseguimos obter a informação exata a respeito do nome da transportadora e código de rastreio. Além disso, todas as informações que nos repassaram são desencontradas”, disse Jocivaldo Souza, diretor da Extintech.

“Dia 13 de janeiro, após muita insistência de nossa parte, por meio de mensagens enviadas, conseguimos extrair a informação de rastreio. Porém, não sabemos se a mercadoria está em transporte ou se não existe. Entramos até em contato com a polícia federal e nos recomendaram a fazer uma denúncia, pois isso é uma suspeita de estelionato”, ressaltou.

Mais reclamações

A Nexo Energia Solar, situada em Goiânia, é mais uma empresa que está passando por problemas com a Sun Flower. Segundo a proprietária Dhaiane Neves, em novembro e dezembro do ano passado fizeram a compra de dez geradores e, até o momento, não receberam nenhum.

“Alguns com entrega já para dezembro e outros janeiro. O último deveria ter sido entregue dia 14 de janeiro. Desde o início do ano venho fazendo contato com os mesmos. A primeira desculpa foi que estavam em recesso, depois que o dono da empresa adoeceu e daí para frente começaram as mentiras”, relatou.

“Falavam que as mercadorias já estavam a caminho, mas nunca chegaram. Depois me mandaram as notas fiscais de nove dos dez geradores, e até me ligaram dizendo para confirmar cada nota fiscal, pois os caminhões estavam estacionados recolhendo os materiais, porém as mercadorias nunca chegaram”, disse.

Dhaiane entrou em contato com o advogado da Sun Flower, que disse que o cliente está disposto a fazer um acordo, e que oito dos dez geradores estão em trânsito, porém não dizem qual transportadora para verificar.

“Inclusive, estou até pagando as contas de energias de alguns clientes que fizeram financiamento, pois não poderia deixar eles na mão, já que confiaram na minha empresa”, ressaltou.

O Canal Solar entrou em contato com a Sun Flower para obter esclarecimentos a respeito dos dois casos citados acima, mas não tivemos retorno.

Reclame Aqui

No Reclame Aqui é possível encontrar inúmeras reclamações de integradores que realizaram a compra dos kits de energia solar com a Sun Flower e que também não receberam os produtos.

No site Reclame Aqui é possível encontrar diversas reclamações sobre a Sun Flower. Foto: Reprodução

No site Reclame Aqui é possível encontrar diversas reclamações sobre a Sun Flower. Foto: Reprodução

A que os integradores precisam se atentar?

Garanta um elo de confiabilidade entre integrador e empresa distribuidora para evitar problemas. Consulte o Reclame Aqui e veja o que estão falando da empresa que está comprando. Busque referências de outros integradores.

Estas são algumas das dicas de especialistas do setor para os integradores que buscam escolher uma distribuidora de confiança. Clique aqui e confira a reportagem completa mostrando todos os cuidados que devem ser tomados.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Um comentário

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.