1 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

ISA CTEEP inicia Plano de Operação no litoral paulista

Plano busca garantir maior confiabilidade no fornecimento de energia no litoral paulista

Autor: 22 de dezembro de 2023Brasil
4 minutos de leitura
ISA CTEEP inicia Plano de Operação no litoral paulista

Foto: Divulgação ISA CTEEP

Visando o fornecimento de energia mais robusto e confiável no litoral do estado de São Paulo, a ISA CTEEP, líder em transmissão de energia no Brasil, iniciou o Plano de Operação para o Verão 2023/2024.

A iniciativa terá um investimento de R$ 60 milhões ainda em 2023. A empresa faz a ligação entre a geração e distribuição da energia, gerada nas usinas, entregue às empresas e distribuída aos consumidores.

O Plano de Operação foi definido juntamente com os demais agentes do setor elétrico do Litoral Norte, Sul e da Baixada Santista. O objetivo é preservar o fornecimento de energia durante a alta temporada.

Para avaliar a capacidade de resposta a eventuais ocorrências, a companhia desenvolveu um plano de forma robusta de janeiro a outubro, totalizando mais de 120 testes e simulações.

Além disso, tiveram ações de manutenção preventiva e conservação das faixas por onde passam as linhas de energia. Para o acesso de áreas de difícil acesso, a ISA CTEEP conta com um helicóptero em Cubatão, na Baixada Santista.

Renovação da estrutura no litoral

Grande parte da infraestrutura da Baixada Santista é da década de 70, por isso é necessário a modernização constante. Na busca desse objetivo, ainda em 2023 serão investidos R$ 60 milhões na modernização da infraestrutura existente no litoral do estado. Além disso, a ISA CTEEP monitorou 576 quilômetros de linhas de transmissão em cerca de 60 horas de voo com o auxílio de drones.

Recentemente, houve um investimento de R$ 45 milhões na renovação de 9,6 quilômetros de redes de transmissão além de 22 torres de transmissão na Serra do Mar. O objetivo é a segurança no fornecimento de energia para o SIN (Sistema Interligado Nacional).

Para eventuais ocorrências a empresa está movendo subestações móveis e transformadores, e redistribuindo equipamentos utilizados na manutenção de rede para maior eficiência e rapidez. Essas iniciativas se estendem até fevereiro de 2024.

“Nos meses que antecedem o Verão, desenvolvemos um plano robusto com duas finalidades principais: preparar a rede de transmissão para evitar ocorrências durante a alta temporada e atuar com máxima agilidade em caso de uma eventual emergência em nossos ativos”, afirma Gabriela Desirê, diretora executiva de operações da ISA CTEEP.

Pioneirismo

O ponto-chave do plano é o projeto de armazenamento em baterias, o primeiro em larga escala do sistema de transmissão brasileiro. Instalado na Subestação Registro, sua utilização começou antes mesmo do verão, já no feriado do Dia dos Finados.

Na última virada de ano a região teve uma demanda de 1685 MW, suficiente para 5,7 milhões de pessoas. Esta marca é mais que o dobro da população fixa do litoral paulista. Na ocasião a ISA CTEEP usou seu sistema de armazenamento, com a primeira descarga de energia acontecendo às 19h21 do dia 31 de dezembro.

Clima extremo

O Plano de Operação busca também a prevenção para eventos climáticos extremos. Existem exemplos recentes no Brasil, muita chuva no Sul, o calor exacerbado no Sudeste e Centro-Oeste e os ventos em São Paulo.

Friederike Otto, pesquisadora do Imperial College London, diz que se esperam novos recordes climáticos neste final de ano e em 2024. “A obra que estamos realizando na Serra do Mar, por exemplo, é essencial para que a rede consiga lidar bem com eventuais ventos fortes”, explica Gabriela.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Frederico Tapia

Frederico Tapia

Estudante de jornalismo pela UNESP do campus de Bauru. Possui experiência em produção de matérias jornalísticas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.