Jardim Botânico de Sorocaba economiza 95% ao mês com energia solar

Visando a redução de emissão de CO₂ e do custo com a conta de luz, o Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas” de Sorocaba (SP) instalou um sistema fotovoltaico para fornecer energia para o espaço.

De acordo com a prefeitura do município, a potência instalada é de 21.300 Wp, com 60 painéis solares distribuídos em 121 m². A despesa mensal média do local, que era de R$ 1.300, caiu para R$ 60, reduzindo os gastos em 95%. Com isso, a estimativa é que sejam economizados R$ 15 mil em um ano.

Em agosto do ano passado, a prefeitura inaugurou na sede da Sema (Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins), localizada no bairro Vila Hortência, um sistema fotovoltaico de 9.420 Wp com 28 painéis solares fotovoltaicas instalados no telhado do prédio.

Sede da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade. Crédito: Prefeitura de Sorocaba

“A instalação das placas já refletiu de maneira considerável na nossa fatura de energia que era em média de R$ 800 e hoje está abaixo de R$ 100”, comentou Gentil Cesar Jr,  chefe de divisão de educação e educomunicação Ambiental.

Além do sistema fotovoltaico no Jardim Botânico, a implantação do eixo norte-sul do BRT, que entrou em operação em agosto deste ano, também é um importante aliado da cidade para contribuir com a redução da emissão de poluentes, bem como incentivar a utilização do transporte público da cidade.

Com exceção da frota de ônibus, todo o sistema do BRT possui módulos fotovoltaicos, que responsáveis por abastecer as unidades administrativas e operacionais, instalações e estruturas fixas, como os terminais de embarque e desembarque, e pontos de parada.

Imagem de Redação do Canal Solar
Redação do Canal Solar
Texto produzido pelos jornalistas do Canal Solar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal