2 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Maravilha (SC) entrega ordem de serviço para projeto de energia solar

Com investimento de mais de R$ 66 mil, cidade busca mais sustentabilidade e economia

Autor: 27 de setembro de 2021junho 22nd, 2023Brasil
2 minutos de leitura
Maravilha (SC) entrega ordem de serviço para projeto de energia solar

Foi entregue no início deste mês a ordem de serviço para o desenvolvimento do projeto fotovoltaico na cidade de Maravilha (SC) para a empresa Quality Energia Solar.  O investimento é de cerca de R$ 66 mil.

Segundo a prefeitura, a implantação do sistema de energia solar na cidade tem como objetivo dar mais sustentabilidade e economia, além de diminuir custos.

O sistema vai ser implantado no prédio da Secretaria de Agricultura, primeiro espaço público do município beneficiado. As placas serão instaladas no telhado para gerar a energia necessária para o prédio.

Atualmente, a cidade conta 1,6 MW em potência instalada da fonte solar, 109 sistemas fotovoltaicos instalados e 172 UCs (Unidades Consumidoras) recebendo créditos, segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O prefeito Sandro Donati comenta que a adoção de meios alternativos e sustentáveis de energia foi um compromisso assumido na Agenda de Desenvolvimento de Maravilha e o primeiro projeto servirá como base para futuras instalações em outros locais.

“É pensando no futuro e numa cidade sustentável que estamos dando esse primeiro passo. A energia solar já é bastante utilizada em diversos setores da iniciativa privada, em propriedades rurais e temos que acompanhar essa tecnologia e implantar pensando em economia e sustentabilidade”, declara.

Redação do Canal Solar

Redação do Canal Solar

Texto produzido pelos jornalistas do Canal Solar.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.