Matriz elétrica fecha primeiros 5 meses do ano com expansão de 4,6 GW

ANEEL registrou a entrada de 144 usinas em operação comercial, sendo 55 solares fotovoltaicas
Matriz elétrica fecha primeiros 5 meses do ano com expansão de 4,6 GW
Renováveis representam 87,6% da capacidade instalada no ano. Foto: Geely Automobile/Beny

A matriz elétrica brasileira fechou os primeiros cinco meses do ano com expansão de 4.610,20 MW, de acordo com dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

No total, a Agência registrou a entrada de 144 usinas em operação comercial, sendo 62 eólicas (2.006,9 MW) e 55 solares fotovoltaicas (2.033,2 MW). Juntas, representam 87,6% da capacidade instalada no ano.

Com relação às termelétricas, foram registradas 19 usinas (476,7 MW), cinco pequenas centrais hidrelétricas (82,1 MW) e três centrais geradoras hidrelétricas (11,4 MW).

Considerando apenas o mês de maio, a expansão na matriz foi de 1.267,1 MW concentrados em 45 plantas, sendo 17 eólicas (363,9 MW), 24 solares fotovoltaicas (789,8 MW) e quatro termelétricas (113,4 MW).

Segundo a ANEEL, os empreendimentos com operação iniciada no ano de 2023 estão localizados em 19 estados, com destaque para Bahia (1.559,7 MW), Minas Gerais (1.107,8 MW), Rio Grande do Norte (798,9 MW) e Piauí (358,9 MW). O estado da Bahia foi o que apresentou maior expansão no mês de maio, totalizando 992,6 MW. 

Imagem de Yvana Leitão
Yvana Leitão
Produtora do Podcast Papo Solar. Possui experiência produção e elaboração de matérias jornalísticas. Graduanda em jornalismo pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Campinas.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal