Pantanal ganhará investimentos em energia solar

Parceira entre empresas e governo do Estado garantirá tecnologia aos moradores da região

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, em parceria com a Energisa e a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) levará energia solar aos moradores da região do Pantanal brasileiro. O projeto pretende implantar a tecnologia na região, sobretudo nas comunidades ribeirinhas, para que a população local possa ter acesso a uma rede de energia mais confiável e de baixo consumo.  

O contrato entre as partes será assinado em março e a execução das obras terá início logo após a oficialização do documento. Os painéis solares estarão aptos para uso ainda no primeiro semestre de 2021.  A reportagem do Canal Solar segue apurando mais informações sobre o projeto, como: qual é o valor que será investido e quantas unidades consumidoras serão atendidas. 

Além do investimento em módulos fotovoltaicos no Pantanal, outras medidas em prol do meio ambiente também vêm sendo adotadas em Mato Grosso do Sul.  O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral do Estado), por exemplo, já conta com um parque fotovoltaico de nove usinas instaladas em sua sede, na cidade de Campo Grande, e nos cartórios eleitorais de Nioaque, Ribas do Rio Pardo, São Gabriel D’Oeste, Aparecida do Taboado, Paranaíba, Chapadão do Sul e Brasilândia. Ao todo, a potência instalada chega a 630 KWp, o que representa uma geração de até 930 mil KWh e uma economia de R$ 750 mil por ano.

Energia solar em alta

No ano passado, enquanto a maioria dos setores econômicos encontram dificuldades devido à pandemia, a energia solar atraiu mais de R$ 13 bilhões em investimentos – um aumento de 52% na comparação com os valores acumulados até 2012, segundo dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). Para 2021, a entidade projeta investimentos superiores a R$ 22 bilhões no setor. 

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal