29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Preço mínimo da energia no mercado spot será de R$ 61,07/MWh em 2024

PLD é o principal indicador de preço para quem opera no mercado livre de energia

Autor: 20 de dezembro de 2023dezembro 27th, 2023Mercado Livre
3 minutos de leitura
Preço mínimo da energia no mercado spot será de R$ 61,07/MWh em 2024

Imagem: Envato/Johnstocker

Atualizada em 27 de dezembro de 2023

A (ANEEL) Agência Nacional de Energia Elétrica definiu nesta semana os valores máximos e mínimos do PLD (Preço de Liquidação das Diferenças) para o ano de 2024.

Veja como ficaram os valores para o próximo ano.

  • PLDmax_estrutural será de R$ 716,80 por megawatt-hora (MWh)
  • PLDmax_horário será de R$ 1.470,47/MWh
  • PLDmin ficou em R$ 61,07/MWh

Para fins de comparação, veja como foram os valores em 2023.

  • PLDmax_estrutural foi R$ 678,29/MWh
  • PLDmax_horário foi R4 1.391,56/MWh
  • PLDmin foi R$ 69,04/MWh

Você sabe para que serve o PLD?

O PLD é o principal indicador de preço para quem opera no mercado livre de energia. É com base nele que os contratos de compra e venda de energia são referenciados. Normalmente, os preços da energia são formados pelo valor do PLD mais o spreed cobrado pelo vendedor ou comprador.

Entender o PLD é fundamental para as empresas que utilizam ou pretendem migrar para o mercado livre. O indicador é divulgado diariamente para cada hora do dia pela CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica). Esse é um dado público e pode ser conferido no próprio site da CCEE.

O PLDmax_horário é o limite superior para uma única hora do dia. Já o PLDmax_estrutural é o limite superior para a média dos 24 horas de único dia. O PLDmin é o valor mínimo para cada hora do dia.

A flutuação do PLD vai depender das condições de operação do sistema elétrico. Em períodos de secas, a geração hidroelétrica (mais barata) diminui e o despacho térmico (mais caro) aumenta. Nesta situação, a tendência é o PLD ficar mais alto. O contrário também é verdadeiro: quando há abundância de chuvas, como aconteceu em 2022 e 2023, o PLD tende a ficar no patamar mínimo.

Portanto, o PLD “barato” incentiva as empresas a migrarem para o mercado livre. Em 2024, todas as empresas conectadas na alta e média tensão, chamadas de Grupo A, poderão acessar o mercado livre. O potencial de crescimento desse mercado é de 72 mil unidades, segundo cálculos da própria CCEE.

Outras funções importantes do PLD são precificar a energia liquidada no Mercado de Curto Prazo (MCP) e servir com base de cálculo para a cobrança de encargos do setor elétrico.

Por exemplo, uma empresa que comprou mais energia do que consumiu em um determinado mês pode vender esse excedente energético por um valor determinado para um outro agente ou deixá-la para ser liquidada a PLD.

Caso aconteça o contrário, a empresa precisará de mais energia do que havia contratado, esse consumo adicional será cobrado ao final do mês precificado pelo PLD vigente no momento do consumo. Por isso o PLD tem um impacto significativo nas negociações do mercado livre de energia.

Versão anterior desta reportagem afirmava erroneamente no título que o PLDmin era R$ 64,07. O valor correto é R$ 61,07/MWh. 


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Wagner Freire

Wagner Freire

Wagner Freire é jornalista graduado pela FMU. Atuou como repórter no Jornal da Energia, Canal Energia e Agência Estado. Cobre o setor elétrico desde 2011. Possui experiência na cobertura de eventos, como leilões de energia, convenções, palestras, feiras, congressos e seminários.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.