5 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Empresa quer transformar lagos de mineração em usinas de energia solar

Proposta da F2B tem como objetivo transformar áreas alagadas do processo de mineração em usinas FV flutuantes

Autor: 4 de dezembro de 2023Mercado Livre
2 minutos de leitura
Empresa quer transformar lagos de mineração em usinas de energia solar

Projeto da usina solar flutuante em Roseira, no Vale do Paraíba, em São Paulo. Foto: Divulgação

Após implantar a primeira usina solar flutuante em um lago de mineração no Brasil, em Roseira (SP), a F2B – empresa brasileira que atua em projetos de geração fotovoltaica em espelhos d’água – informou que vai apostar no desenvolvimento deste mercado.

A proposta tem como objetivo transformar áreas alagadas do processo de mineração em usinas solares flutuantes para comercialização de energia renovável no Mercado Livre de Energia, visando atender a demanda de consumidores empresariais. 

A F2B destaca que para fazer isso também já tem mapeado um potencial de instalação dessas usinas em Minas Gerais e Mato Grosso, inicialmente, com possibilidade de investimentos que somam mais de R$ 180 milhões nos próximos dois anos, incluindo projetos de mais de 200 MW no total.

A tecnologia dos flutuadores utilizada no empreendimento é de origem italiana e tem fabricação no Brasil pela própria F2B. A capacidade hoje de fabricação no país é de 80 MW por ano em flutuadores, com perspectiva de chegar em 2024 com cerca de 300 MW.

1ª usina FV flutuante em cava exaurida de mineração da América Latina entra em operação

Financiamento

De acordo com Orestes Gonçalves, sócio-diretor da F2B, a perspectiva da empresa para avançar no desenvolvimento de projetos é replicar o que foi feito na usina de Roseira (RS) em outras unidades do grupo e levar a tecnologia para outros estados brasileiros.

“A nossa intenção é oferecer aos clientes a possibilidade de linhas de crédito, como o Finame. A expectativa da empresa nessa área é obter um volume de negócios da ordem de dezenas de milhões com a entrada de cerca de 200 MW nos próximos 12 meses”, disse o executivo.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.